O assistente social como profissional de participação

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1845 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

CURSO SUPERIOR SERVIÇO SOCIAL
TEMA: O Assistente Social como profissional de participação
Prof.ª Cláudia Maria Ferreira
AULA: Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos do Serviço Social III
MÓDULO: IV

ATIVIDADE DE PORTIFÓLIO

Objetivo:
Estimular a reflexão do aluno no enfoque da construção do pensamento do rumo ético-político da profissão e a participação do profissionalenvolvido e atuante neste contexto.
Sumário:
Pág.
1. Introdução..............................................................................................................03
2.Desenvolvimento...................................................................................................04
3. Conclusão..............................................................................................................08
4. Referência..............................................................................................................09

INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como objetivo tratar da trajetória profissional do Serviço Social naspolíticas públicas bem como a ruptura do conservadorismo e as conquistas que a profissão adquiriu no contexto da redemocratização da sociedade brasileira e do contexto político e econômico referente ao período da ditadura militar visto que, o profissional se vê diante de uma dura realidade vivida pela maioria da população que sofria exploração de mão de obra pelas classes dominantes (burguesia).A conscientização da exploração, opressão e dominação e a insatisfação dos profissionais levam então a perspectiva de uma mudança social. Com tudo isso não resta outra saída a não ser a de assumir uma prática por parte dos assistentes sociais, modernizadora e isto marca o momento inicial do movimento de reconceituação do serviço social no Brasil e passa a buscar meios de desvinculasse doconservadorismo e alcançar um novo perfil profissional. Tais situações demandam ao Serviço social projetos e ações sistemáticas de pesquisas e intervenção de conteúdos os mais diversos, que vão além de medidas e projetos de assistência social.

DESENVOLVIMENTO

Os Assistentes Sociais trabalham com a questão social nas suas mais variadas expressões quotidianas, tais como os indivíduos asexperimentam para identificar e atuar em problemas de educação, saúde, trabalho, justiça segurança, grupos étnicos enfim entre outras áreas, planejando e executando políticas públicas comunitárias, podendo também atuar diretamente com os indivíduos, famílias, grupos, empresas e comunidades. A profissão do Serviço Social se firma no Brasil, mas este trabalho favorece a classe burguesa numa sociedadeonde impera o capitalismo fazendo com que surjam pessoas que possam trabalhar a favor das classes dominantes para que a classe menos favorecida sinta-se amparada.
Bem como sabemos que o Assistente Social tem como objeto de trabalho a questão social, que é produzida pela relação capital e trabalho no sistema capitalista, onde se tem o mercado como centro norteador das estruturaspolíticas, sociais e econômicas. Sendo que a questão social se expressa através da precarização do trabalho, do desemprego, da pobreza, da violência, enfim, coloca às margens da sociedade vários sujeitos que passarão a ser usuários das políticas públicas sociais do Estado. Os diversos setores da sociedade organizada precisam compreender a importância do Assistente Social na realidade social contemporânea,enquanto agente crítico engajado nas lutas sociais, que atua junto aos usuários das políticas públicas, muitas vezes elaborando-as e não só executando-as, e também as tornando acessíveis.
Este é um profissional preocupado com a ampliação dos direitos sociais Universais, e contra as desigualdades; até mesmo para cobrar dele esta postura estabelecida em seu atual Código de Ética...
tracking img