D.m. lloyd-jones biografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2751 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
D. M. Lloyd-Jones




Os primeiros anos


David Martyn Lloyd-Jones nasceu no dia 20 de dezembro de 1899, na cidade de Cardiff, País de Gales. Foi o segundo filho de Henry e Magdalene (conhecida como Maggie) Lloyd-Jones, e seus irmãos foram Harold e Vincent. Lloyd-Jones passou a maior parte da sua infância na rural Cardingshire, Llangeitho, para onde sua família se mudou em 1906 e ondefrequentou uma igreja dos Metodistas Calvinistas. A vida espiritual da sua família foi muito prejudicada pelo estado espiritual das igrejas de Gales de modo geral e em especial pelo estado espiritual de sua própria igreja local. Ao que parece Llangeitho ficou indiferente ao avivamento metodista que ocorreu em Gales entre os anos de 1904-1905, sob Evan Roberts (1878-1951).

A vida da famíliaLloyd-Jones foi bastante tranquila até o início de 1910, quando, na escuridão da noite, a sua casa pegou fogo e em questão de instantes, todos os bens da família foram consumidos pelas chamas. Henry, seu pai, nunca se recuperou totalmente desse sério revés financeiro. Uma nova casa foi construída, mas para Lloyd-Jones sempre havia aquela sensação de que algo estava faltando. Durante seus primeirosanos de escola, ele levava a carga de ter averiguado quão desesperadora era verdadeiramente a situação. Por isso, tornou-se muito sério para sua idade e muito decidido em ter êxito em sua educação e em sua vida.

Aos doze anos, Lloyd-Jones foi estudar em Tregaron, quatro milhas de Llangeitho. Podemos imaginar que esse tenha sido um período muito difícil na vida do jovem Martyn por causa dasaudade do seu lar. Três eventos marcaram a sua vida nesse nessa época. O primeiro foi o seu despertamento pela história por influência do seu professor, o segundo foi a sua escolha pela medicina e o terceiro, o seu envolvimento com a Associação de Verão dos Metodistas Calvinistas que comemoravam o bicentenário de Daniel Rowland e que lhe motivou o interesse por essa denominação que durou toda a suavida.


Em 1912, Martyn e seus irmãos já haviam professado sua fé em Cristo e aderido à denominação Metodista Calvinista.




St Bartolomews Hospital Henry VIII Gate, 1899
Por conta de um revés financeiro, em outubro de 1917, sua família se mudou para Londres. Em 1915 ele visitou pela primeira vez a Capela de Westminster com a sua família, Campbell Morgan era o pastor nessa época,contudo escolheram freqüentar outra igreja. Em Londres ele concluiu seus estudos na Escola Secundária de St. Marylebone. Ingressou na Escola de Medicina do Hospital de São Bartolomeu, em 1916, formando-se com distinção. A partir daí, a exceção dos onze anos que passou em Aberavon, Londres, foi seu lar, mesmo após a sua aposentadoria da Capela de Westminster.Em 1918, seu irmão mais velho, Harold, veio a falecer vítima de uma grave infecção, aos 20 anos de idade. Podemos notar como esse evento tão trágico marcou profundamente a vida de Martyn pelo fato de que a incerteza da vida foi tema freqüente em suas pregações. Embora tenha dadopublica profissão de fé aos doze anos de idade, somente aos 20 anos foi de fato levado à convicção que de fato havia sido convertido. Essa demora para sua conversão, segundo ele mesmo, apesar de todo o envolvimento com a igreja, se devia ao fato de que nunca tinha ouvido uma mensagem que o confrontasse com o seu pecado e o levasse a crer na necessidade de nascer de novo. [i] É certo que um fatordecisivo em sua conversão foi a pregação do escocês John Hutton, que ele muitas vezes ouvira na Capela de Westminster, nas manhãs de domingo. Ele mesmo diz: “Eu era um jovem médico na época e a pregação daquele homem exercia uma tremenda atração sobre mim.” [ii]


D.M. Lloyd-Jones - Resumo Biográfico


Casamento e a chegada das filhas
Lloyd-Jones se casou com Bethan Phillips, também médica, em...
tracking img