A vida em sociedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1057 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FEAD-FACULDADE DE ESTUDOS ADMINISTRATIVOS

TUTOR: Selva de Sousa Lima Telles

GÊNERO E SEXO NA POLÍTICA BRASILEIRA

Grupo Alternativo 9 :
Adson R A Fagundes (675031)-Ciências Contábeis
Wilson C Pereira (183601)-Administração
Fátima M N Melo (932947)-Ciências Contábeis

Belo Horizonte
2011

FEAD-FACULDADE DEESTUDOS ADMINISTRATIVOS

GÊNERO E SEXO NA POLÍTICA BRASILEIRO

Trabalho apresentado á disciplina Sociologia
Para obtenção de créditos de aprovação no curso
De graduação em Ciências Contábeis e Administração da FEAD.

Belo Horizonte
2011

SUMÁRIOINTRODUÇAO

1-IMPACTOS DA ELEIÇÃO DE UMA MULHER COMO PRESIDENTA E DEPOIMENTOS

2-ALGUNS ELOGIOS SOBRE A PRESIDENTA

3- CONCLUSAO

4- REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS

INTRODUÇAO

A presidente Dilma Rousseff é a melhor avaliada pela opinião pública após os primeiros meses de governo. Tratam-se das primeiras pesquisas de avaliação de governo tradicionalmente realizadas. Dos cinco presidentesnas últimas duas décadas avaliados por pesquisas dos institutos Data folha e Ibope, Dilma consegue o maior percentual de avaliação positiva. Ela teve 63,6% de avaliação positiva dos brasileiros em abril de 2011. Os percentuais de avaliação negativa também colocam Dilma em melhores condições do que todos os outros presidentes. Ela aparece com apenas 5,7% de avaliação negativa. Sem dúvida, Dilmacomeça o governo em melhores condições do que seus antecessores para a opinião pública. Porém, duas coisas chamam a atenção: a primeira é uma tendência histórica de aumento das avaliações positivas dos presidentes no Brasil.

1-IMPACTOS DA ELEIÇÃO DE UMA MULHER COMO PRESIDENTA

Lourdes Maria Bandeira – Esperamos que um projeto político mais inovador seja implementado com apresença de uma mulher na presidência, aprofundando-se uma proposta mais democrática e participativa com maior possibilidade de oportunidades e de direitos para as mulheres em geral. Como disse a própria presidenta em seu primeiro discurso à nação: “A igualdade de oportunidades para homens e mulheres é um princípio essencial da democracia. Gostaria muito que os pais e mães de meninas olhassem hoje nos olhos delas, e lhesdissessem: Sim, a mulher pode!” 
A presença de uma mulher na presidência da República significa uma ruptura com o padrão masculino historicamente estabelecido na ocupação e representação do poder. Deve-se destacar também que a presença da presidenta Dilma Rousseff causará mudanças nas interações sociais, nas dinâmicas de trabalho, nos campos jurídicos, econômicos, entre outros. É sabido que,atualmente, ainda se verificam várias desvantagens, opressões e explorações às mulheres. Ainda permanecem muitas disparidades e desigualdades, por exemplo, na esfera salarial e nos inúmeros limites a elas impostos para alcançarem o topo de suas carreiras, e no exercício das duplas e triplas jornadas de trabalho, por continuarem responsáveis pelas atividades domésticas. As situações de violências contraas mulheres, inclusive, nos espaços de trabalho, ainda persistem. Portanto, o “teto de vidro” ainda não foi quebrado definitivamente. 

Iriny Lopes – A eleição da presidenta Dilma é um marco simbólico, político e histórico que põe luz sobre a força da mulher brasileira e sua capacidade para acabar com as práticas discriminatórias, a começar com a pobreza, violência, ausência de participaçãopolítica e autonomia econômica, política e social das mulheres. Uma mulher na Presidência muda a forma de entender e de operar as políticas, pois terá um olhar mais atento para promover a igualdade como um valor necessário. Mas as feministas querem mais e preconizam uma sociedade igualitária com a erradicação de valores e práticas expressas no sexismo, no machismo, na homofobia e lesbofobia, no...
tracking img