A tortura do corpo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5135 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Unievangélica
Curso: Direito
Disciplina: Cultura Religiosa
Professor: José Roberto Bonome
Acadêmicos: Douglas Andrade Martins Borges*
Jessyka Adryanny Cotrim Pacheco*
José Inácio Pinto*
Karla Caroline Pedroza Silva*
Monalisa Lúcia dos Santos*
Sônia Borges*


A TORTURA DO CORPOResumo: Este artigo tem como foco principal retratar, de forma clara e objetiva, em que consiste a tortura do corpo e sua evolução na história geral, enfatizando os principais métodos utilizados, haja visto que a finalidade e a causa das práticas de tortura variam conforme tempo e espaço, além de abordar sobre o aspecto psicológico da vítima. Atualmente, quanto ao âmbito dos DireitosHumanos, tais práticas constituem crime material previsto em lei.

Palavras-chave: tortura, corpo, evolução, psicologia.



Abstract: This article has as main focus to portray, in a clear and objective way, in that it consists the torture and its evolution of the general history, emphasizing the main used methods, because the purpose and the cause of the torture practices vary according to timeand space, besides approaching on the victim’s psychological aspect. Now, as for the extent of the Human Rights, such practices constitute material crime foreseen in law.

Keywords: torture, body, evolution, psychology.




__________________
*Graduandos do curso de Bacharelado em Direito da Unievangélica – Centro Universitário de Anápolis, orientados pelo professor José Roberto Bonome nadisciplina de Cultura Religiosa.
1 – Introdução



Teoricamente o ato de torturar só deixou a legalidade após a reforma dos julgamentos e penas, a partir da segunda metade do século XVIII, iniciada na França. Mas, obviamente, a tortura não deixou de ser usada e muito menos repudiada pelos representantes da lei.
Atualmente considera-se também como tortura a opressão eagressão psicológica, mas a modalidade mais explorada foi a física. Desde as primeiras civilizações foi usada com os ritos, com ofertas e sacrifícios aos deuses. Teve seu auge na Idade Média servindo para vários fins, mas sobretudo para extração de confissão, castigo e intimidação. Especializou-se seu uso na Segunda Guerra Mundial com o nazismo principalmente, e a seguir com as ditaduras em todo omundo; chegando ao século XXI de forma discreta, com presos políticos (militares, terroristas, jornalistas, etc.), nas escolas com o bullying, e como fruto de mentes doentias que procuram meios de satisfazer seus desejos por sangue e por provocar sofrimento alheio.
Foi em 7 de Abril de 1997, que o presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, formalizou e definiu a tortura comocrime no Brasil. A lei número 9.455, da Constituição Federal aborda em todos os aspectos, com agravantes contra crianças e incapazes.













2 – A tortura nas sociedades primitivas



Os responsáveis pela iniciação procuram estar seguros de que a intensidade do sofrimento chegou ao seu limite máximo. Uma faca de bambu seria mais do que suficiente, entre osguaiaqui, para cortar a pele dos iniciados. Mas isso não seria bastante doloroso. É necessário, pois, utilizar uma pedra que, em vez de cortar, dilacere. (CLASTRES, 1978, p. 127, grifo do autor)




Em algumas tribos e regiões é comum a utilização da tortura como uma espécie de ritual cujas técnicas e finalidades de se afirmar a crueldade variam de uma região para outra. Porém,apresentam uma meta em comum: provocar o maior sofrimento possível.
Os ritos se referem a ações realizadas ligadas à crença, geralmente nada comuns para a civilização atual, feitos para reforçar a organização, proteger o grupo de possíveis cisões, assegurar um lugar ao indivíduo no interior de uma classe, reconhecer autoridades e assumir responsabilidades dentro de determinadas regras de...
tracking img