A soberania absoluta do contrato social de thomas hobbes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1097 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Referência Catalográfica: HOBBES, Thomas. O Leviatã ou Matéria, Forma e Poder de um Estado Eclesiástico e Civil. São Paulo, 4° ed., Nova Cultural, 1988.

Área de interesse:
A Soberania Absoluta do Contrato Social de Thomas Hobbes

Resumo
Este trabalho tem como objetivo principal esclarecer a soberania absoluta decorrente do contrato social com base no contratualismo de Thomas Hobbes.Partindo do Estado de Natureza à constituição do Estado Político. Descreve brevemente a biografia de Hobbes, com foco nos aspectos que influenciaram a sua obra. Ressalta ainda que, mesmo no Estado Leviatã, apesar de extremas, há hipóteses onde a liberdade em defesa do bem maior (a vida) prevalece sobre o dever político.
Thomas Hobbes (1588-1679), matemático, teórico político e filósofo inglês,formado na Universidade de Oxford, autor de O Leviatã, viveu no período da guerra civil inglesa, o que justifica sua preocupação principal: a paz. Em sua autobiografia, Hobbes diz que junto consigo sua mãe deu à luz um irmão gêmeo, o medo. Medo que se reflete no seu pensamento e obra.
Hobbes acredita que só um Estado forte pode acabar com os conflitos e dominar com autoridade todas as lutas ecobiças dos homens no seu estado natural.
No estado de natureza todos os homens têm direito a todas as coisas. Todos são iguais e capazes de usar a violência contra o outro para defender seus interesses. A "guerra de todos contra todos". Essa igualdade dos homens, para Hobbes, é a igualdade no medo, pois a vida de todos fica ameaçada.[1] Sendo os bens insuficientes para suprir os desejos de todos,quando duas pessoas desejarem um só objeto, nem o mais forte estará seguro, pois todos são livres para lutar com todas as armas para satisfazer seu desejo e garantir sua vida.[2] O anseio de paz, o medo da morte e a aspiração de conservar o fruto do próprio trabalho motivam o pacto de união[3]. Assim passam do estado de guerra para o de paz com a constituição da soberania absoluta, indivisível eirrevogável.[4]
O soberano é absoluto, e seu poder sem limites. [5] O enfraquecimento do poder do soberano, para Hobbes, é causa de apreensão[6]. No pacto, há uma exceção: o direito à vida não pode ser revogado, uma vez que é o motivador do próprio pacto.[7]

Citações importantes:
[1] "desta igualdade quanto à capacidade deriva a igualdade quanto à esperança de atingirmos nossos fins.Portanto se dois homens desejam a mesma coisa, ao mesmo tempo que é impossível ela ser gozada por ambos, eles tornam-se inimigos. E no caminho para seu fim (que é principalmente sua própria conservação, e às vezes apenas seu deleite) esforçam-se por se destruir ou subjugar um ao outro"
(1988, p. 74-75).
[2]“A natureza fez os homens tão iguais, quanto às faculdades do corpo e do espírito... adiferença entre um e outro homem não é suficientemente considerável para que qualquer um possa com base nela reclamar benefício... Porque quanto à força corporal o mais fraco tem força suficiente para matar o mais forte, quer por secreta maquinação, quer aliando-se com outros que se encontrem ameaçados pelo mesmo perigo.” (1988, p. 74)
[3]"as paixões que fazem os homens tender para apaz são o medo da morte, o desejo daquelas coisas que são necessárias para uma vida confortável, e a esperança de consegui-las através do trabalho. E a razão sugere adequadas normas de paz, em torno das quais os homens podem chegar a acordo."
(1988, p. 93)
[4]"dado que o direito de representar a pessoa de todos é conferido ao que é tornado soberano mediante um pacto celebradoapenas entre um e cada um, e não entre o soberano e cada um dos outros, não pode haver quebra do pacto da parte do soberano, portanto nenhum dos súditos pode libertar-se da sujeição,sob qualquer pretexto de infração." (1988,p.108).
[5]“O rei cujo poder é limitado não é superior àquele ou àqueles que têm o direito de limitá-lo. E aquele que não é superior não é supremo, isto é,...
tracking img