A nova onda do imperador

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2221 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O PROCESSO DE INDIVIDUAÇÃO E SEUS DESVIOS

Análise de um personagem de desenho animado


O filme de animação de longa-metragem “A Nova Onda do Imperador”, produzido pela Disney em 2000, é uma comédia com conteúdo interessante. A história se passa em uma versão fantasiosa do Império Inca, civilização indígena que foi extinta com a chegada dos espanhóis na América do Sul. Trata-se de um reinomítico, permeado por magia e rodeado por montanhas. Neste cenário irreverente, o espectador conhece o imperador Kuzco e tem conhecimento de sua história. A narrativa se dá por apresentação dos fatos e por interrupções pontuais feitas por Kuzco.
A partir de tais interrupções podemos perceber as características deste personagem tão singular: o jovem imperador é extremamente arrogante, egoísta eegocêntrico. Usa de sua tirania para ter o mundo a seus pés e foi mimado desde bebê. Porém, seus dias de glória chegam ao fim devido às intervenções de sua conselheira, Yzma.
Yzma é uma feiticeira maligna que ambiciona o trono de Kuzco para aumentar seu poder, mas a única solução que vê para obter a posse do Império é matar o imperador. Ao ser destituída de seu cargo de Conselheira do Império(Kuzco se “cansa” dela e a despede por puro capricho), Yzma decide conquistar o trono o quanto antes. Assim, convida o Imperador para um jantar como forma de mostrar que não tem ressentimentos a respeito do ocorrido. Ela prepara uma poção envenenada que servirá durante a refeição. Para isso, conta com a ajuda de Kronk, seu fiel escudeiro. O capanga é charmoso e simpático, mas ao mesmo tempoatrapalhado, “tapado” e capaz de falhar consecutivamente em todas as missões que Yzma lhe dá.
Para começar, em vez de dar a Kuzco a poção envenenada, Kronk mistura ao seu jantar uma poção que transforma ser humano em lhama. Furiosa, Yzma obriga Kronk a matar o Imperador a qualquer custo. Ele, então, põe o Imperador-lhama em um saco e o atira em uma queda d’água, mas ele sobrevive e acaba indo parar nacompanhia de Pacha, um bondoso camponês.
Pacha havia ido até a capital do Império por ordem do Imperador, que queria investigar qual seria o melhor local para construir a Kuzcotopia, um espaço de lazer que Kuzco daria a si mesmo como presente pelo seu décimo oitavo aniversário. Ao saber que a colina era incrível (pois Pacha faz uma descrição apaixonada de sua vila), Kuzco decide que erguerá nestelocal o seu “spa", sem se importar com o destino dos colonos que lá vivem. Em seguida, o Imperador dispensa o camponês sem dar ouvidos às suas queixas em relação ao destino de tantas famílias e vai para o citado jantar que mudaria seu destino.
Pacha volta para sua vila sem saber que carrega, em sua carroça, o saco em que o Imperador-lhama está dentro. O reencontro entre Pacha e Kuzco é cheio dedesencontros, pois este acredita que Pacha é o culpado por tê-lo transformado em lhama, uma vez que o camponês tinha motivos para querer se vingar dele. Assim, decide voltar a qualquer custo para a capital, de modo a encontrar Yzma e pedir sua ajuda para voltar à forma humana e, desse modo, retomar o trono. Mas, para isso, Kuzco depende da ajuda de Pacha, pois ele não conhece seu próprio reino epode ficar perdido na floresta. Pacha aceita ajudá-lo com uma condição: que ele desista de construir a Kuzcotopia em sua vila. Kuzco diz aceitar, mas ele mente só para conseguir o que quer.
No caminho de volta, Pacha e Kuzco entram em conflito inúmeras vezes, pois o ex-Imperador continua sendo arrogante e egoísta, enquanto o camponês tenta mostrar a ele outros modos de ser, baseados emfidelidade, amizade e honestidade.
Analisar o processo de individuação de Kuzco à luz da teoria de Carl Gustav Jung não é tarefa impossível. Processo de individuação é aquele através do qual o ser humano evolui de um estado infantil de identificação para um estado de maior diferenciação, o que implica uma ampliação da consciência. Com isso, o indivíduo identifica-se menos com as condutas e normas...
tracking img