A historia do cafe no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3481 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO
SUPERINTENDENCIA DE POLITICAS DE EDUCAÇÃO
COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL
ESCOLA ESTADUAL PROFª MARIA DE LOUDES WIDAL ROMA

A EVOLUÇÃO DO SETOR DE RECURSOS HUMANOS NO BRASIL NA PRODUÇÃO DO CAFÉ
COM ENFASE NAS DÉCADAS DE 70 E 80.

1.1 Evolução dos Recursos Humanos

Recursos Humanos é uma árearelativamente nova, surgiu em torno do início do século XX, sendo que seu primeiro nome foi Relações Industriais. Sua criação deve-se por força do impacto da Revolução Industrial nas relações empregador versus empregado e, de lá para cá, foi crescendo e agregando em si mesma uma série de desafios e responsabilidades que antes não se supunham existir.
Em sua forma embrionária, porém já estruturada,começou a articular as expectativas e as percepções desses atores econômicos (empregador e empregado), bem como serviu de interface entre o capital e o trabalho, que muitas das vezes são faces de uma mesma moeda; porém, altamente divergentes e conflitantes.
Desde a primeira Teoria Administrativa, onde se pregava a racionalização do trabalho, até os dias de hoje, onde o imperativo é a administraçãodo trabalho dentro de um ambiente altamente tecnológico e competitivo, o homem é um dos principais elementos dessa equação.
No decorrer de todos esses anos, vem recebendo enriquecimentos de diversas áreas do conhecimento. Tais como: marketing, medicina, psicologia, sociologia, psiquiatria, arquitetura, fisioterapia, economia, pedagogia, entre tantas outras, bem como de técnicas de diversasnaturezas, tais como: a astrologia, a numerologia, o tai chi chuan, o feng shue, etc.
Entre as várias maneiras possíveis de historializar a administração de Recursos Humanos no Brasil, citamos aqui a periodização proposta pelos Tonelli, Lacombe e Caldas (2002). Os três autores dividem o desenvolvimento histórico do RH no Brasil e no mundo em quatro períodos:
1. Do final do século XIX até aPrimeira Guerra Mundial — A economia brasileira é essencialmente agrícola, reproduzindo um modo de organização do trabalho muito próximo do recém-abandonado escravismo. Nessa época, a única coisa que tínhamos em comum com os países do hemisfério norte, já em processo de industrialização relativamente avançado, era a desconsideração dos recursos humanos.
2. Período entre as duas guerras mundiais —A crise do café, detonada pela quebra da bolsa em 1929, faz com que o capital migre do campo para a cidade, impulsionando a industrialização no eixo Rio–São Paulo. As relações de trabalho são paternalistas e ainda bastante influenciadas pelo recente passado escravocrata. No entanto, já se sente a necessidade de formar mão de obra especializada; exemplo disso é a criação do Liceu de Artes eOfícios, em São Paulo. Os departamentos de pessoal têm papel limitado e bastante burocrático. Sua função é, basicamente, cumprir as exigências das leis trabalhistas que vêm sendo promulgadas e que, em 1º de maio de 1943 são reunidas na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
3. Da Segunda Guerra Mundial até os anos 1980 — Esse período caracteriza-se pela instalação de multinacionais no país, pelocrescimento das empresas privadas nacionais e por uma acelerada urbanização. Também é a época de obras gigantescas, como a cidade de Brasília, a ponte Rio–Niterói e a rodovia Transamazônica. A indústria brasileira copia o paradigma norte-americano em tudo, inclusive no modelo de gestão taylorista-fordista. A função básica dos departamentos pessoais é cumprir a legislação trabalhista, sendo as demaispráticas de RH exercidas de modo informal ou incipiente. Em 1966 o FGTS é criado e torna-se possível demitir; como resultado, boa parte do empresariado opta por baixos salários e alta rotatividade. Os poucos esforços de treinamento e desenvolvimento voltam-se para os níveis gerenciais: a idéia é formar líderes bem capacitados para gerir a massa de mão de obra desqualificada.
O choque do...
tracking img