A era vargas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1032 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1
Getúlio Dorneles Vargas
(1930 – 1945 / 1951 – 1954)

1.1 Introdução

Getúlio Vargas nasceu em São Borja, no Rio Grande do Sul, no dia 19 de abril de 1883. Este é filho do general Manuel do Nascimento Vargas e de D. Cândida Dorneles Vargas. Após seus estudos primários e de prestação de serviços militares, ingressou, no ano de 1900, na Escola Militar do Rio Pardo, onde estudou pordois anos.
Desligando-se da vida militar, matriculou-se na Faculdade de Direito de Porto Alegre, concluindo o curso em 1907. Foi nomeado promotor público na cidade de mesmo nome, contudo, abandonou o cargo pouco tempo depois, para exercer a advocacia em sua cidade natal - a supracitada São Borja.
Seus interesses no bem coletivo e círculo de amizades o conduziram ao ingresso político. Vargaselegeu-se para a Assembleia de Representantes do estado nos anos de 1909, 1913 e 1917, respectivamente.
Em 1922, foi eleito pelo Partido Republicano para a Câmara Federal, onde permaneceria até 1926. Nesse ano, durante a presidência de Washington Luís, Getúlio Vargas assumiu a pasta da Fazenda, que deixou em 1928 para candidatar-se ao governo do Rio Grande do Sul. Dali chegou à presidência da República,em meio a uma crise política que acarretaria a deposição de Washington Luís, a revolução de 1930 (crise de superprodução).

1.2 A Era Vargas

O primeiro grande ato de Getúlio Vargas no poder foi promover a anistia de todos os civis e militares que tiveram participação em movimentos revolucionários de 1922 até aquela data.
Após este feito, Vargas criou o Ministério do Trabalho,Indústria e Comércio, do qual saíram certas medidas revolucionárias para a época: a lei dos dois terços, as férias remuneradas, os institutos de aposentadoria, a regulamentação dos contratos de trabalho, a fixação dos horários de serviço e a garantia de estabilidade após dez anos de serviços prestados.
Tais medidas trouxeram grande prestígio para o governo junto ao povo, o que ficou demonstrado pelo apoioda classe operária ao governo por ocasião da revolução paulista de 1932, a chamada Revolução Constitucionalista de São Paulo.
Em 1933, foi instalada a Assembleia Constituinte e em 1934 o Congresso Nacional reelegeu Vargas como presidente. No entanto, a II Guerra Mundial que se esboçava na Europa começou a repercutir no Brasil e afetar o equilíbrio interno do poder.
Em torno do governogravitavam o Movimento Integralista, de inspiração fascista e a Aliança Nacional Libertadora, de orientação comunista, atraindo para si todos os antigos partidários da revolução de 1930, insatisfeitos com o processo político e dispostos a manifestações de desagrado.
Os distúrbios constantes, a tentativa comunista de dar um golpe de Estado, assim como a tentativa das oligarquias de tirar proveito da atualsituação, levaram Vargas a instaurar o Estado Novo em 1937, dissolvendo o Congresso e afastando os governadores oposicionistas. Em 1938, um novo golpe, desta vez, organizado pelos integralistas, foi também rapidamente reprimido.
A partir daí, o governo do Estado Novo passou a ter uma administração nacionalista. Não obstante, uma importância especial foi dada ao problema do petróleo, com odecreto-lei de 29 de abril de 1938 (nº 395)¹, a partir do qual foi criado o Conselho Nacional do Petróleo, que implantaria as bases para as futuras explorações do mesmo no Brasil.
Permitindo aos Estados Unidos a instalação de uma base militar no Rio Grande do Norte (parte da estratégia militar americana na II Guerra Mundial), Vargas conseguiu em troca o financiamento, por parte da potência, para aconstrução da Usina Siderúrgica de Volta Redonda, que deu origem à Companhia Siderúrgica Nacional.
Em 1942, em consequência do torpedeamento de navios brasileiros por submarinos alemães, o Brasil voltou-se também contra as forças do eixo (Roma – Berlim – Tóquio).
A partir daquele momento, o regime político vigente em nosso país já não se ajustava à nova ordem. E os mesmos militares que...
tracking img