A brincadeira na escola e na vida: uma relação fundamental

A BRINCADEIRA NA ESCOLA E NA VIDA: uma relação fundamental

TEREZINHA BARBOSA ARAGÃO1
MARILENE FIGUEIRÔA SOUZA2



RESUMO


No transcorrer deste artigo procuramos nos objetivar a reflexõessobre a brincadeira na escola e na vida: uma relação fundamental, tendo sido possível desvelar que a ludicidade é de extrema relevância para o desenvolvimento integral da criança, pois para elabrincar é viver. Assim, há que se tomar cuidado para que o brinquedo não perca suas características socioculturais e se transforme em objeto escolar, vazio de significação social e descontextualizado de suafunção cultural. A brincadeira se constitui num espaço imaginado onde se podem levantar hipóteses sobre o mundo por meio dos instrumentos e ajustes simbólicos. Caracteriza-se pela presença de umobjeto substitutivo em que uma coisa vale por outra e pela existência de papeis orientadores dessa atividade. O valor lúdico reforça a eficácia simbólica do brinquedo. Isso é que faz a especificidade dobrinquedo em relação a outros suportes culturais: a relação ativa introduzida pela criança. A representação é transformada diversas vezes e posteriormente é personalizada. Através do brinquedo acriança constroi suas relações com o objeto, relações que constituem esquemas que ela reproduzirá com outros objetos na sua vida futura. Sendo esse objeto permeado pelo adulto, toda relação com o brinquedopressupõe uma relação com ele e com as imagens dos discursos (produzidos pelos adultos e pelas crianças). Conclui-se, portanto, que na educação infantil, é preciso haver um espaço organizado commateriais e brinquedos, senão a brincadeira não acontece, pois é na relação entre objeto, imagem, significado, ação e regra que a brincadeira se constitui enquanto tal.


Palavras-chave: Brincadeira naescola e na vida. Ludicidade. Brinquedo. Criança. Educação infantil.
1


________________________
1 Graduada em Licenciatura Plena em Pedagogia, UVA – Universidade Vale do Acaraú / 2009....