Ytabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4364 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Transformações do Carbono no Ambiente


1. Aspectos gerais
2. Principais conversões no ambiente
3. A matéria orgânica e suas frações
4. Cinética da Decomposição da matéria orgânica
5. A relação C/N
6. Processo de Humificação

1. Aspectos gerais

O carbono é um dos principais elementos para os seres vivos, pois, é o componente fundamental das moléculas orgânicas. Os teores decarbono total da biomassa variam de 50 a 55% com base na sua matéria seca. Tomando-se a bactéria Escherichia coli como um referencial da composição de biomassa microbiana, podemos observar que a sua composição elementar com base no peso da sua matéria seca mostra aproximadamente 50% carbono, 20% oxigênio, 14% nitrogênio, 8% hidrogênio, 3% fósforo, 1% enxofre e 2,75% de outros elementos tais comopotássio, cálcio, magnésio, cloro, ferro e de microelementos incluindo manganês, cobalto, cobre, zinco e molibdênio. A figura abaixo representa graficamente esta composição.

A distribuição do carbono na superfície terrestre (Biosfera) e em profundidades de até 16 km (Quadro 8), reflete um delicado equilíbrio entre os diversos reservatórios considerados. Pode-se observar que a quantidade decarbono no solo, em termos de matéria orgânica, excede a quantidade encontrada em todos os reservatórios superficiais combinados. Entretanto, este reservatório de carbono do solo é pequeno quando comparado com o carbono total contido nas formações sedimentares. A tabela seguinte ilustra as dimensões dos reservatórios de carbono na biosfera e em profundidades até 16 km:



|Reservatório de C|[C] x 1011 ton |% Total |
|Biosfera | |(100) |
|Atmosfera |7,0 |9.7 |
|Biomassa|4,8 |6.3 |
|Águas continentais |2,5 |3.5 |
|Marinho |5,0 a 8,0 |11.0 |
|Mat. Orgânica do solo |30 a 50 |70,0|
|Profundidade ( ate 16 Km) | |(100) |
|Detritos orgânicos (Mar.) |30 |0,00037 |
|Petróleo |100 |0,00050 |
|Marinho (abissal)|345 |0,00170 |
|Sedimentos |200.000 |99,763 |


Assim, a maior parte do carbono não está em circulação mas, em sedimentos inorgânicos e produtos de armazenamento tais como: carbonatos em rochas e compostos orgânicoscontidos no carvão e petróleo. O carbonato solúvel pode ser precipitado pela ação de vários organismos, tais como corais, crustáceos e moluscos com esqueletos carbonáceos. As algas podem, também, precipitar o carbonato durante a fotossíntese.
O carbono encontrado na atmosfera na forma de CO2 representa apenas uma pequena fração (9,7%) do carbono em circulação na biosfera. A quantidade de carbonocontida na biomassa (6,3 %) é menor que aquele contido na atmosfera. Entretanto, os teores de carbono contido na biomassa variam de 40 a 55%, diferindo substancialmente dos teores de carbono (CO2) encontrados na atmosfera (0,03% por volume). Isto evidencia a operação de mecanismos altamente concentradores de carbono em determinadas frações de biomassa. Estes mecanismos concentradores de...
tracking img