Viver depois de um avc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4763 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Autocuidados na Saúde e na Doença

Guias para as Pessoas Idosas

2
VIVER APÓS UM ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL

Recomendado aos Prestadores de Cuidados Informais

Direcção-Geral da Saúde Lisboa 2000

ALAVRAS-CHA VRAS-CHAVE PALAVRAS-CHAVE AUTOCUIDADO - métodos ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL IDOSO EUROPA

This publication has been published by the Regional Office for Europe of the WorldHealth Organization in 1990 under the title “Coping with a stroke” Translantion right for an edition in Portuguese have been granted to Ministry of Health/General Directorate of Health, Alameda D. Afonso Henriques, nº 45 - 1049-005 LISBOA, by the Director of the Regional Office for Europe of the World Health Organization. Esta publicação foi editada em 1990, pelo Bureau Regional da OrganizaçãoMundial de Saúde, com o título “Coping with a stroke”. Os direitos de tradução para a edição portuguesa foram concedidos ao Ministério da Saúde/ Direcção-Geral da Saúde pelo Director do Bureau Regional da Organização Mundial da Saúde para a Europa. A tradução é da exclusiva responsabilidade do editor. Edição Ministério da Saúde/Direcção-Geral da Saúde Alameda D. Afonso Henriques, nº 45 - 1049-005 LISBOATradução Ex-CNAPTI - Comissão Nacional para a Política da Terceira Idade Revisão Revisão Direcção-Geral da Saúde Impressão GRAFIFINA - Indústria de Artes Gráficas, Ldª Tirag Tiragem 5000 exemplares Capa Francisco Vaz da Silva Depósito Legal 158403/00

E

ste Guia destina-se a apoiar, na vida diária, o doente que sofreu um acidente vascular cerebral, os seus familiares ou outras pessoas quecuidem dele, procurando que o doente continue activo e o mais independente possível. Pretende, ainda, ser útil aos profissionais que fazem ensino aos doentes, aos familiares e aos prestadores de cuidados informais.

VIVER APÓS UM ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL

ÍNDICE
INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO AJUDAR QUE ACIDENTE COMO AJUDAR ALGUÉM QUE TEVE UM ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL ADAPT APTAR EQUIPAMENTOUIPAMENT COMO ADAPTAR O MOBILIÁRIO E EQUIPAMENTO Cama Mesas e Cadeiras Cadeira de rodas EXERCÍCIOS Mãos e Braços Ancas Pernas e Pés Andar Escadas Passeios HIGIENE Sanita Banho Fazer a barba Pentear Cuidar das unhas VESTIR Camisa, vestido ou casaco Calças Meias Sapatos Soutien CTIVIDADES ACTIVIDADES DOMÉSTICAS Cozinha Limpeza da casa COMUNICAÇÃO Apoiar uma pessoa com afasia APOIO ESPECIALIZADO MédicoEnfermeiro Fisioterapeuta Terapeuta Ocupacional Terapeuta da fala Assistente Social 6 7 9 11 11 11 12 13 13 14 14 15 15 16 17 17 18 19 19 19 21 22 22 23 23 23 25 25 25 27 28 31 31 31 32 32 32 32
Guias para as pessoas idosas, n.º 2

VIVER APÓS UM ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL

Guias para as pessoas idosas, n.º 2

7

VIVER APÓS UM ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL

INTRODUÇÃO

m acidente vascularcerebral (AVC) ocorre quando uma parte do cérebro deixa de ser irrigada pelo sangue. Isto sucede sempre que um coágulo se forma num vaso sanguíneo cerebral ou é transportado para o cérebro depois de se ter formado noutra parte do corpo, interrompendo o fornecimento de sangue a uma região do cérebro. Pode, também, resultar da ruptura de uma artéria cerebral e, neste caso, o sangue que delaextravasa vai destruir o tecido cerebral circundante. Em qualquer dos casos, o tecido cerebral é destruído e o seu funcionamento afectado.

U

É do cérebro que partem os estímulos para movimentar os músculos. A metade direita do cérebro comanda o lado esquerdo do corpo e vice-versa. Por conseguinte, uma lesão na metade direita do cérebro pode causar paralisia do lado esquerdo, enquanto que uma lesãoda metade esquerda do cérebro pode causar paralisia do lado direito. As lesões da metade esquerda do cérebro podem dar origem a perturbações da fala e levar o doente a perder a percepção do lado direito do corpo ou do ambiente que o rodeia. À paralisia de um dos lados do corpo dá-se o nome de hemiplegia (esquerda ou direita); a perda da capacidade da linguagem chama-se afasia. Podem ainda...
tracking img