Vitalidade comunitaria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3386 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
vitalidade comunitaria


1. Sumário
2. Resumo – palavras chaves
4. Introdução e Justificativa
6. Objetivos
7. Problema de pesquisa
7. Hipóteses
8. Metodologia/
9. Discussão
10. Bibliografia

RESUMO

O intuito deste trabalho é pesquisar os moradores de comunidades carentes, visando á vitalidade comunitária e os relacionamentos interpessoais desses cidadãos. Apesar detodas as dificuldades encontradas nessas comunidades, há uma conscientização e anseio por progresso, onde se refere relacionar-se para alcançar um bem comum. Unindo pró-atividade, força e competência, esses moradores procuram formas de se relacionar de maneira eficaz, porque a principal intenção é a concretização de trabalhos e otimização da vida, em prol da comunidade como um todo, através derelacionamento. Quando esses aspectos são compreendidos e aceitos por essas pessoas, alcança-se o objetivo, onde a união entre os moradores cria o dever de ajudar e a oportunidade de receber benefícios, ou seja, todos participam e logo desfrutam desse plano de melhoria se beneficiando. Com pesquisas bibliográficas, vídeos e sites observam-se as dificuldades dos cidadãos ao relacionar com o próximo, oque mais afeta é falta de confiança em si mesmo, ou seja, falta de autoestima. Que acaba prejudicando relacionamentos externos. Além disso, identificamos nessas comunidades pessoas desfavorecidas, em aspectos econômicos e culturais, onde as oportunidades de melhoria são mais escassas e complexas, e o comprometimento e voluntariado são parciais e não integrais os que desfalcam e desaceleraqualquer processo que necessite de colaboração incondicional.
O segmento desse trabalho é verificar como ocorre a conexão entre vitalidade comunitária e relações interpessoais desses cidadãos, quase são os pontos mais críticos para se alcançar um objetivo comum. Após verificar e compreender essa conexão nas comunidades e como isso pode ser utilizado de maneira criativa e sustentável para gerarbenefícios para toda sociedade. Com o desenvolvimento de culturas populacionais e projetos de conscientização e resgate de autoestima dos moradores.

VITALIDADE COMUNITARIA E RELAÇÕES INTERPESSOAIS

1. INTRODUÇÃO E JUSTIFICATIVA

Entende-se que em comunidades mais carentes é onde vitalidade comunitária esta mais presente, pelo fato dos moradores fazer parte de uma sociedade muitohumilde, mas com idéias criativas para sobreviverem no dia a dia. Com o bom relacionamento de amizade com seus vizinhos e colegas os moradores vêm desenvolvendo um sistema de troca muito interessante que vem despertando atenção de muita gente, e com essa vitalidade garantem o seu sustento. Então podemos afirmar que vitalidade comunitária e bons relacionamentos existem. Só que a maioria dos cidadãosencontra dificuldade na hora de fazer essa troca. Pelo fato de se sentirem excluídos do mundo onde vivemos pela situação onde se encontram no dia a dia; desemprego, descriminação, preconceitos e serem ignorados. Surgindo então a vontade de desistir de viver, as pessoas passam a não acreditar nelas mesmas levanto a falta de alta estima e não conseguindo relacionar com mais ninguém. Com esse conceito devitalidade e relacionamentos associamos o termo ao FIB (felicidade interna bruta) que numa sociedade não importa somente crescimento econômico ”mas” também o bem estar dos cidadãos.
Butão (1972) nascia o conceito FIB (felicidade interna bruta) elaborado pelo rei, JIGME SINGYA, com apoio do PNDU (programa das nações unidas para o desenvolvimento), esse conceito foi colocado em praticaatraindo a atenção do resto do mundo para com sua nova formula medir o progresso de uma comunidade ou nação. FIB foi baseado na premissa de que uma sociedade não deveria ser somente crescimento econômico, mas a integração do desenvolvimento material com o psicológico, cultural e espiritual. Com esse indicador foi criado nove dimensões do FIB. Bem estar psicológico, saúde, Uso do tempo, Vitalidade...
tracking img