Virus e nematoides

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4489 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

Originaria do latim “Vírus”, significa veneno. Nos primórdios da microbiologia está palavra era muito utilizada quando o assunto era uma doença infecciosa, que passava de um organismo que estava doente para outro que estava sadio. Com os métodos e equipamentos que existiam naquela época não era possível identificar o agentecausador da doença, então o mesmo era descrito como um vírus.
A partir de plantas de fumo, foi feita a descoberta do vírus, pois estas plantas apresentavam uma doença chamada de mosaico. Em 1886, forma relatados os primeiros resultados sobre o vírus, onde foi apresentado que a doença do mosaico tinha um caráter infeccioso, pois através da seiva ocorria a transmissão da doença deplantas contaminadas para plantas sadias.
Em 1927 começou a ser desvendada a natureza do vírus. Foi utilizado o suco de plantas doentes, assim conseguiram fazer a precipitação de uma substancia proteica, adicionando acetona, álcool e sais de amônia. Na mesma época, outra pesquisa obteve um antissoro, que tinha a capacidade de neutralizar a infecção que continha as seivas deplantas doentes. Mas foi em 1935 que a natureza proteica do vírus foi comprovada. Então em 1937 veio a conclusão de que na verdade a proteína era formada por proteína e acido nucleico, e que estes formavam uma nucleoproteína, que era o próprio vírus.
Quando se trata de definir um vírus, este se torna algo muito complexo. Varias tentativa foram feitas, mas todas extintas aomodo que a ciência da virologia ia avançando. O tamanho da partícula, a patogenicidade, a presença do acido nucleico e a incapacidade da partícula de multiplicar-se fora de uma célula viva. Todos esses fatores eram utilizados para definições de vírus.
Matthews desenvolveu a pesquisa mais recente sobre vírus em 1991. Ele define o vírus como um conjunto de formado por uma ou maismoléculas de acido nucleico, que esta envolta por uma proteína ou lipoproteína que tem a função de capa protetora.
Portanto, com o avanço da virologia vegetal, muitos pontos de interrogação puderam ser esclarecidos, como o conhecimento de varias doenças que tem origem viral, e proporcionando o controle destas doenças. Mas além do progresso que já se obteve sobre o assunto, onome vírus ainda é um grande desafio para os pesquisadores.
2 DESENVOLVIMENTO
Os vírus são seres pequenos, visíveis apenas em microscópio eletrônico. São constituídos apenas por duas classes de substancias químicas, o ácido nucléico que pode ser DNA ou RNA e proteína. Eles não possuem estrutura celular, e necessitam de um hospedeiro. Por isso, todos os vírus são parasitasintracelulares obrigatórios.
O vírus invade a célula do hospedeiro e assume o comando, e faz com que ela trabalhe quase que exclusivamente para produzir novos vírus. A infecção viral normalmente causa grandes alterações no metabolismo celular, que pode levar à morte das células afetadas. Os vírus causam doenças em plantas e animais, isso inclui o homem tambem.
A constituição dos vírus de plantas sebaseia em capa proteica e acido nucleico. O elemento infeccioso do vírus vem sido protegido pela capa proteica. O conteúdo infeccioso representa o acido nucleico, ou ate mesmo conhecido como genoma. Este genoma é quem carrega a informação genética, usada para a replicação desta partícula.
Os componentes básicos do vírus podem variar quanto a sua proporção. Na regra, os vírus de proporção isomérica,o acido nucleico pode representar de 15 a 45% da partícula, já nos de particula alongada 5% dela é representada pelo acido nucleico.
O genoma do tipo fitovirus, apresenta o tipo RNA, mais isso só na maioria dos vírus. O de genoma RNA é formado por uma única fita positiva (monocatenário), ou por uma única fita negativa de RNA de acido nucleico, mas este é pouco. Os que têm RNA de...
tracking img