Vicios de linguagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1044 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
VÍCIOS DE LINGUAGEM


A Gramática é um conjunto de regras que estabelecem um determinado uso da língua, onde chamamos de normal culta ou norma padrão. Qualquer tipo de alterações defeituosas, das normas da língua padrão, provocadas por falta de conhecimento, descuido, ou até mesmo descaso por parte do falante chamamos de Vício de Linguagem.
Para muitos estudiosos, da nossa língua,os vícios de linguagem é qualquer transgressão à norma lingüística e podem ocorrer no âmbito fonológico, morfológico ou sintático e, pela frequência da repetição. O que é considerado “erro” torna-se um “vício” pelo uso freqüente dos mesmos. No dia a dia, vemos vários tipos de vícios de linguagem.




EXEMPLOS MAIS COMUNS DE VÍCIOS DE LINGUAGEM


BARBARISMO

É a pronuncia/grafiaincorretas de uma palavra ou expressão. E pode ser manifestado nos seguintes níveis:

1) Pronúncia

a- Silabada – Refere-se ao deslocamento do acento tônico de uma determinada palavra.


Exemplo:

• No documento contata apenas a rúbrica do comprador. (CORRETO é rubrica)
 

b- Cacoépia – Configura-se como um erro na pronuncia dos fonemas.


Exemplo:

• Esse éum probrema que temos que resolver. (CORRETO é problema)



c- Cacografia – Manifesta-se pelo desvio no que se refere à grafia ou flexão de uma dada palavra.


Exemplo:

• Se o delegado detesse todos os marginais, haveria mais segurança. (CORRETO seria detivesse)



2) Morfologia

Exemplo:

• Se ele ir conosco, gostaríamos bastante. (CORRETO seria usar fosse)3) Semântica

Exemplo:

• Os comprimentos foram destinados ao vencedor do concurso. (CORRETO seria cumprimentos)


4) ESTRANGEIRISMO

Refere-se ao uso de palavras pertencentes a outros idiomas, empregadas no lugar do termo correspondente na língua portuguesa. Classificam-se em: francesismo, italianismo, espanholismo, anglicismo ,(inglês), germanismo (alemão), eslavismo(russo, polaço, etc.), arabismo, hebraísmo, grecismo, latinismo, tupinismo (tupi-guarani), americanismo (línguas da América) e outros. O estrangeirismo pode ser morfológico ou sintático.


• Estrangeirismos morfológicos:

• Francesismo: abajur, chefe, carnê, matinê etc...
• Italianismos: ravioli, pizza, cicerone, minestra, madona etc...
• Espanholismos: camarilha, guitarra, quadrilhaetc...
• Anglicanismos: futebol, telex, bofe, ringue, sanduíche breque.
• Germanismos: chope, cerveja, gás, touca etc...
• Eslavismos: gravata, estepe etc...
• Arabismos: alface, tarimba, açougue, bazar etc...
• Hebraísmos: amém, sábado etc...
• Grecismos: batismo, farmácia, o limpo, bispo etc...
• Latinismos: index, bis, memorandum, quo vadis etc...
•Tupinismos: mirim, pipoca, peteca, caipira etc...
• Americanismos: canoa, chocolate, mate, mandioca etc...
• Orientalismos: chá, xícara, pagode, kamikaze etc...
• Africanismos: macumba, fuxicar, cochilar, samba etc...
• Castelhanismos: ficcionado,  resultar bom etc..


• Estrangeirismos Sintáticos:

Exemplos:

• Saltar aos olhos (francesismo);
• Pedro é mais velho demim. (italianismo);
• O jogo resultou admirável. (espanholismo);
• Porcentagem (anglicanismo), guerra fria (anglicanismo) etc...


      c) de castelhanismos: ficcionado, em vez de torcedor, simpatizante, admirador; resultar bom, em vez de tornar-se bom, ficar bom.


      d) de italianismos: entrar de sócio, em vez de entrar como sócio; repetir de ano, em vez de repetir o ano.PLEONASMO

Ocorre quando há repetição desnecessária de uma expressão.

Exemplos:

• Criar novos...
• Hemorragia de sangue
• Subir pra cima
• Antecipar para antes
• Unanimidade de todos


SOLECISMO

Configura um desvio em relação às regras da sintaxe, seja de concordância, de regência e ou de colocação.

1) De Concordância:

• Fazem dois anos que trabalho...
tracking img