Viaduto de Millau

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1321 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de janeiro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
VIADUTO DE MILLAU
A ponte mais alta do mundo

Tópicos





Introdução
Premissas
Dados Gerais do Projeto
Etapas da Construção
- Escavação
- Fundação
- Estruturas de Contenção
- Pilares
- Pilares Temporários
- Tabuleiro
- Mastros Metálicos
- Estais
• Vídeo

Introdução
O Viaduto de Millau sobre o Vale do Rio Tarn
no sul da França, é um projeto do Governo
Francês.Projetado pelo arquiteto inglês Norman Foster
e pelo engenheiro francês Michel Virlogeux.
Construído com o objetivo de reduzir os
congestionamentos e o tempo de viagem na
auto-estrada A75.

Premissas
 Estudos sobre a localização do viaduto duraram 10 anos. A
região é conhecida por ventos fortes e o vale é muito profundo,
resultando em um longo período de pesquisa e planejamento,investigando várias rotas possíveis.
 Foi criada uma competição para obter a melhor solução e, em
julho de 1996, o projeto de uma ponte estaiada por Foster &
Partners foi premiado.


Após algumas modificações o projeto final para o viaduto de
Millau foi aprovado em 1998 .

Mapas

Dados Gerais do Projeto














Comprimento: 2.46 km
Largura: 32 m
Número depilares: 7
Maior Pilar: 245 m (P2)
Menor Pilar: 77 metros (P7)
Altura dos mastros metálicos: 90 m
Altura total máxima sobre o rio Tarn: 343 m
8 vãos: 6 de 342 m e 2 de 204 m
Peso da pista: 36 mil toneladas
Peso total: 242 mil toneladas
Tempo de construção: 3 anos
Trabalhadores: 3 mil
Volume total de concreto: 85.000 m³

O viaduto de Millau é uma ponte multi estaiada
estruturada aolongo de 2460 m, ligeiramente curvado no
plano, com um raio de 20.000 m, e inclinação constante
para cima de 3,025% de norte a sul.

Características do Projeto

Etapas Construtivas
Escavações:

Relevo cárstico em calcário embaixo
do futuro pilar sul C8.

Pedra calcária muito fraturada na
localização do pilar C0.

Relevo cárstico e rocha fraturada na localização do pilar temporário1

Escavação em marga muito rígida
  para a construção do pilar P5.

Escavação para a fundação
do pilar norte C0

Escavação do pilar P7 , solo em
colúvio e marga rígida, protegido
com solo grampeado.

Localização do pilar P3 em uma encosta íngreme, com pedras calcárias.

Fundações:
Fundação dos Pilares

Fundação do pilar P4

Escavação das
fundações e colocação
dasarmaduras.

A construção do pilar norte C8

Estruturas de Contenção:
Parede com tirantes do pilar P7

Cálculo do solo com tirantes

Construção do pilar P3. Parede do solo grampeado.

Pilares:
 Os pilares são de formato hexagonal.
 Cada Pilar diminui continuamente em ambos os lados
a partir da base para o topo.


Os pilares são construídos em concreto B60 de alta
especificação.Foi escolhido mais pela sua durabilidade
do que por sua elevada resistência mecânica.

 Projetado para suportar ventos de
200 km/h.
 Projeto dos sistemas de fôrmas,
escoras e andaimes são da empresa PERI.
 Com um crescimento médio de
4 metros a cada 3 dias de construção.
 Os pilares foram construídos todos ao
mesmo tempo a fim de otimização do
tempo de construção.

 Eles forammoldados no local com formas deslizantes.
 Os pilares são ocos para economia de concreto e por
razões estruturais (o concreto no centro do pilar quase
não participa da resistência ao momento que é a mais
crítica).


A fôrma exterior era fixada sobre trilhos e com ajuda
de êmbolo era elevada de 4 em 4 metros.



A fôrma interior era elevada com a grua montada
junto com o pilar.

O posicionamento minucioso das fôrmas
era realizado graça a aparelhos GPS que
permitiam ter uma precisão de 5mm na
colocação das fôrmas.



O concreto usado na sua execução
apresenta
características
de
alta
compacidade e uma resistência à
compressão de 60 Mpa.

Seção Transversal de um pilar

Pilares temporários:


Os pilares metálicos vermelhos foram provisórios,...
tracking img