Vertebras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1604 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Estadual do Pará
Graduação em Fisioterapia
Discente:
Docente:
1° Semestre - Sub-turma B

Relatório
Coluna Vertebral
É formada por uma série de ossos denominados vértebras. São trinta e três vértebras, agrupadas de acordo com as regiões que ocupam: sete cervicais, doze torácicas, cinco lombares, cinco sacrais e quatro coccígeas. Ela apresenta quatro curvaturas: asprimárias – torácica e pélvica (só elas estão presentes na vida fetal) e as secundárias – cervical e lombar (surgem após o nascimento). A curvatura torácica é côncava ventralmente, vai da seguda vértebra torácica até o meio da décima segunda. A curva lombar é convexa ventralmente e vai da última vértebra torácica ao ângulo sacrovertebral. A cervical é uma curvatura convexa ventralmente e estende-sedo ápice do processo odontóide à metade da segunda vértebra torácica. A curva pélvica tem início na articulação sacrovertebral e termina na ponta do cóccix e é côncava caudal e ventralmente.
Uma vértebra típica possui duas partes essenciais: o corpo e o arco ventral (que envolve o forame vertebral). Os forames vertebrais formam um tubo, o canal vertebral, que contém a medula espinhal.Vértebras cervicais
* Primeira vértebra cervical (C1)
Denominada Atlas, articula-se com a cabeça. Segundo os autores Richard L. Drake, Wayne Volg e Adam W. M. Mitchell de Anatomia para Estudante, “sua principal particularidade é a ausência de corpo vertebral devido ao fato de que durante o desenvolvimento o primórdio de seu corpo está fundido com o da segunda vértebra. Consiste de um arcoanterior e um posterior e de duas massas laterais. Não possui processo espinhoso. Tem forma anular quanto visto de cima e é composto por duas massas laterais interconectadas por um arco anterior e um arco posterior. Cada massa lateral articula-se com um côndilo occipital do crânio e, abaixo, com o processo articular superior da vértebra C2. As superfícies articulares superiores têm forma de feijãoe são côncavas, enquanto as superfícies articulares inferiores são quase circulares e planas. A articulação atlantoccipital permite que se eleve e se abaixe a cabeça.
A superfície posterior do arco anterior tem uma fóvea articular para o dente do áxis, que se projeta superiormente do corpo vertebral do áxis. O dente do áxis é mantido na posição por um forte ligamento transverso do atlas,posterior a ele, e que cobre a distância entre as faces ovais de fixação nas superfícies mediais das massas laterais do atlas.
O dente do áxis atua como pivô que permite que o atlas e a cabeça fixada rodem sobre o áxis, no sentido lateral.
Os processos transversos do atlas são grandes e fazem protrusão ainda mais lateralmente que os das outras vértebras cervicais e atuam comoalavancas para a ação muscular, particularmente para músculos que movimentam a cabeça nas articulações atlantoaxiais”.
* Segunda vértebra cervical (C2)

O áxis é caracterizado pelo grande dente, que se estende superiormente a partir do corpo vertebral. A superfície anterior do dente tem uma face oval para a articulação com o arco anterior do atlas. As duas superfícies súpero-laterais do dentepossuem impressões circulares que servem co mo pontos de fixação para os fortes ligamentos alares, um a cada lado, que ligam o dente às superfícies mediais dos côndilos occipitais. . Estes ligamentos alares limitam a rotação excessiva da cabeça e do atlas em relação ao áxis. (Richard Drake, Wayne Volg & Adam W. M. Mitchell – Anatomia para Estudante)

* Terceira, quarta, quinta e sextavértebras cervicais (C3, C4, C5, C6)
“Cada vértebra cervical da terceira à sexta tem um corpo pequeno e largo e um grande forame vertebral triangular. Suas espinhas são curtas com as extremidades bífidas e, geralmente, são palpáveis. Nas junções dos pedículos e lâminas, cada vértebra apresenta filares, que consistem nos processos articulares superior e inferior. Esses processos apresentam...
tracking img