Vale do amanhecer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 56 (13855 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O VALE DO AMANHECER







Uma pequena síntese da história, atividades e localização,
no tempo e no espaço, do movimento doutrinário da
Ordem Espiritualista Cristã, em Brasília, no Vale do Amanhecer.

Elaborado com base no trabalho editado pelo
1º Mestre Sol Tumuchy, Mestre Mário Sassi, em 1979,
com material fotográfico do Adjunto Amayã, Mestre Guilherme Stuckert,
adaptado peloTrino Regente Triada Tumarã, Mestre José Carlos.


Vale do Amanhecer, Planaltina, DF
JULHO de 2004


PREFÁCIO

Caro Leitor:

Este folheto se destina a lhe dar uma idéia sucinta do que é o Vale do Amanhecer. Naturalmente, estamos partindo do pressuposto de que você já conhece alguma coisa do Vale ou, pelo menos, esteja familiarizado com idéias doutrinárias fora das religiões tradicionais.Se isso acontecer e, ao mesmo tempo, você não for um adepto praticante de alguma religião, estará classificado, automaticamente, como “espiritualista”.
O traço comum nessa indefinida classe é a crença na reencarnação ou, no mínimo, a admissão da atividade de espíritos sem corpo físico – os desencarnados. Outros se filiam à classe pelo conhecimento de doutrinas herméticas, das chamadas “ciênciasocultas”, ou porque tenham tido alguma experiência com o “sobrenatural”.
Pode acontecer, também, de você ser um estrangeiro, um “descrente”, um pesquisador, sociólogo ou simples curioso.
Qualquer que seja a hipótese de sua posição, procuramos dar, neste trabalho, uma idéia a mais completa possível, do que somos e do que fazemos, procurando atender ao máximo o seu interesse e facilitar oeventual aproveitamento do que oferecemos: amparo, esclarecimento, conforto espiritual e a possibilidade de seu encontro consigo, do caminho para seu próprio espírito e para a vida transcendente.
Isso, livre de qualquer compromisso de sua parte. Nós nada precisamos de você além de sua simpatia e de seu amor. Não fazemos proselitismo, não aceitamos valores materiais e nem mesmo exigimos que nossosfreqüentadores se identifiquem.
Portanto, estamos à mercê de seu julgamento. Deus lhe pague!

Os editores.




O QUE É O VALE DO AMANHECER

Origem atual

O movimento doutrinário e religioso, conhecido como “Vale do Amanhecer”, tem dois aspectos distintos, duas maneiras de ser visto: a primeira, é em sua origem remota, o caminho percorrido pelos espíritos que o compõem; e a dascircunstâncias que presidiram sua formação atual.
Em primeira instância, trata-se de um grupo de espíritos veteranos deste planeta, todos com 19 ou mais encarnações, juramentados ao Cristo e que se especializaram no trabalho de socorro, em períodos de confusão e insegurança. Tais situações surgem, sempre, no fim dos ciclos civilizatórios, quando a Humanidade passa de uma fase planetária para aseguinte. Esses ciclos, embora variáveis em termos de contagem do tempo, se apresentam à visão intelectual da História como tendo mais ou menos 2.000 anos. A cada dois milênios termina uma etapa e começa outra. Porém, por alguns séculos, as duas fases coexistem. Podemos tomar, como exemplo, o período que antecedeu o nascimento de Jesus e os três ou quatro séculos que se seguiram. Um exame acurado dosacontecimentos históricos registrados explica essa mistura de duas etapas.
O mesmo está acontecendo em nossa época, desde o Século XVIII, em que o mundo como que explodiu em fantásticas conquistas sócio-econômicas, ao mesmo tempo em que começou a declinar no que poderia se chamar de “humanismo”. Esse fenômeno é particularmente verificável neste início do Século XXI, no qual as conquistascientíficas, por exemplo, coexistem com a desvalorização progressiva do ser humano. A característica de nossa civilização atual é de descrença e desesperança nas instituições, nos marcos civilizatórios que regem nossas atitudes.
Num paradoxo aparente, essa “morte civilizatória” produz na mente do Homem a ansiedade por bases mentais mais firmes, mais calcadas na imortalidade da civilização. A descrença...
tracking img