Urinalise

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4285 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O exame de urina é um exame frequente no laboratório clínico a urina fornece informações sobre muitas das principais funções metabólicas do organismo, por meio de exame laboratoriais. O teste consiste na verificação de cor e aspecto da amostra; determinação do PH e densidade; pesquisa de proteínas, glicose, corpos cetônicos, sangue, nitrito, além de sedimentoscopia. A amostrade urina é de obtenção rápida e coleta fácil. Por meio da analise da urina verifica-se as alterações ocorridas conforme técnicas descritas abaixo.
























DESCRIÇÃO DO ESTÁGIO

Neste processo, podemos compreender sobre a forma correta de coleta, quais os exames que compõem a Urinálise, qual o material utilizado e os equipamentos necessários para arealização precisa dos exames.

A Coleta de Urina
O exame de urina é usado como método diagnóstico complementar desde o século II. Trata-se de um exame indolor e de simples coleta, o que o torna muito menos penoso para os pacientes do que as análises de sangue, que só podem ser colhidas através de punção da veia com agulha.  O exame sumário da urina pode nos fornecer pistas importantes sobredoenças sistêmicas, principalmente as doenças dos rins.
Conservantes da Urina:

✓ Timol- conserva bem a glicose e o sedimento.
✓ Ácido Bórico- conserva as proteínas e os elementos figurados.
✓ Formalina- (formaldeído) conservante de sedimentação.
✓ Clorofórmio.
✓ Tolueno.
✓ Fluoreto de sódio- Bom conservante para a análise de medicamentos.

A Coleta Masculina

-Lavar a glande com água e sabão.
- Enxugar com toalha de pano limpo, papel descartável ou gases.
- Com uma das mãos expor e manter retraído o prepúcio.
- Com a outra mão, segurar o frasco de coleta destampado.
- Desprezar o primeiro jato urinário.
- Sem interromper a micção, urinar diretamente no frasco (20ª 50 ml).
- Desprezar o restante de urina da bexiga e tampar o frasco.



ColetaFeminina

- Lavar a área vaginal de frente para trás com água e sabão.
- Enxugar com toalha de pano limpa, papel descartável ou gazes.
- Sentar no vaso sanitário e abrir as pernas.
- Com uma das mãos afastar os grandes lábios.
- Com a outra mão segure o frasco de coleta destampado.
- Desprezar o primeiro jato urinário.
- Sem interromper a micção, urinar diretamente no frasco (20ª 50 ml).
-Desprezar o restante de urina da bexiga e tampar o frasco.

Identificação do Frasco de Coleta da Urina

A identificação do material do paciente é iniciada pela identificação do frasco
de coleta, com o nome ou numeração da requisição.

Tipos De Odor

- Adocicado.
- Amoniacal.
- Efeito de medicamento.
- Fecal.
- Fétido.

Urodensímetro

O laboratório clínico deve possuir umrefratômetro ou urodensímetro para medir o peso específico ou a densidade da urina ou para verificar a medida Informada pela tira de urina.
Deve verificar periodicamente a calibração do refratômetro ou urodensímetro, em intervalos periódicos programados de acordo com o uso do equipamento e as instruções do fabricante. O emprego do Urodensímetro apresenta as seguintes limitações:

a) Requer umrecipiente suficientemente largo para que ele não toque suas paredes;
b) O valor da leitura deve ser corrigido em função da temperatura no momento da sua obtenção.
c) A visualização do menisco da urina pode ser difícil e prejudicar a leitura.O urodensímetro não é recomendado para determinar o peso específico ou
densidade da urina.

Tempo de Centrifugação:
Para assegurar sedimentaçõesiguais em todas as amostras, o tempo de centrifugação deve ser padronizado em 05 minutos.

Velocidade de Centrifugação:
A Força de Centrifugação Relativa (RCF) deve ser de aproximadamente 400, o que corresponde a uma velocidade de 1500 - 2000 rpm.

Tipos de Amostra:
Depende da análise a ser realizada.


Amostra Isolada Aleatória

Amostra ideal para o exame de rotina, coletada após...
tracking img