Traumatologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1120 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
PATOLOGIA E CLÍNICA CIRÚRGICA
TRAUMATOLOGIA
Renato Linhares Sampaio

DEFINIÇÃO
TRAUMATISMOS SÃO PATOLOGIAS RESULTANTES DA TRANSFERÊNCIA DE FORÇAS FÍSICAS EXTERNAS PARA TECIDOS VIVOS OU AÇÃO DE AGENTES QUÍMICOS, QUE SE CARACTERIZAM POR ALTERAÇÕES ANATÔMICAS LOCAIS E PERTURBAÇÕES METABÓLICAS LOCAIS E/OU SISTÊMICAS.

DEFINIÇÃO
TRAUMATOLOIGA É O ESTUDO DO CONJUNTO DE ALTERAÇÕES ANATÔMICAS EMETABÓLICAS PRODUZIDAS PELOS AGENTES TRAUMÁTICOS, BEM COMO DAS SUAS DIVERSAS CAUSAS

DEFINIÇÃO
FOCO TRAUMÁTICO É O CONJUNTO DOS TECIDOS LESADOS RESULTANTE DA APLICAÇÃO DO TRAUMA.
ZONA CENTRAL: MORTIFICADA MÉDIA: ISQUÊMICA PERIFÉRICA: INFLAMADA

ETIOPATOGENIA
AGENTES FÍSICOS
MECÂNICOS ALTERAÇÕES ANATÔMICAS
CONTUSÃO FERIDA FRATURA LUXAÇÃO ENTORSE

ALTERAÇÕES FUNCIONAIS
CHOQUETRAUMÁTICO

ETIOPATOGENIA
AGENTES FÍSICOS
TÉRMICOS ALTA TEMPERATURA
QUEIMADURA

BAIXA TEMPERATURA
CONGELAÇÃO

IRRADIAÇÃO

ELÉTRICOS

ETIOPATOGENIA
AGENTES QUÍMICOS

CAUSTICAÇÃO ALTERAÇÕES ANATÔMICAS ALTERAÇÕES FUNCIONAIS

FISIOPATOLOGIA
TRAUMATISMOS FÍSICOS MECÂNICO
FORÇA FÍSICA MECÂNICA TECIDO VIVO DEFORMAÇÃO COM ALTERAÇÃO ANATÔMICA E/OU FUNCINAL

LESÃO TRAUMÁTICA

CONTUSÃODEFINIÇÃO CARACTERIZA-SE POR SER UM TRAUMATISMO FECHADO DOS TECIDOS MOLES, COM GRAUS VARIADOS DE ALTERAÇÃO ANATÔMICA E FUNCIONAL, CAUSADO POR OBJETO CONTUNDENTE (ROMBO, NÃO CORTANTE) .

CONTUSÃO

ETIOPATOGENIA
AGENTES TRAUMÁTICOS QUE AGEM NA SUPERFÍCIE, POR PRESSÃO PERPENDICULAR OU DE FORMA OBLÍQUA SOBRE A PELE E DEMAIS ESTRUTURAS SUBJACENTES
ATROPELAMENTOS ACIDENTES DOMÉSTICOS AGRESSÕES COMQUALQUER MATERIAL ROMBO

CONTUSÃO
FISIOPATOLOGIA
AGENTE TRAUMÁTICO ROMBO ABSORÇÃO DA FORÇA DEFORMAÇÃO E DESLOCAMENTO LATERAL DA PELE TRANSFERÊNCIA DA FORÇA PARA ESTRUTURAS INTERNAS

CONTUSÃO

CONTUSÃO

FISIOPATOLOGIA
GRAU DA LESÃO INTENSIDADE DA FORÇA LOCAL DE APLICAÇÃO TECIDOS ATINGIDOS

CONTUSÃO
CLASSIFICAÇÃO
QUANTO À INTENSIDADE DA LESÃO
CONTUSÃO DE 1o GRAU CONTUSÃO DE 2oGRAU CONTUSÃO DE 3o GRAU CONTUSÃO DE 4o GRAU

CONTUSÃO DE 1o GRAU
(EQUIMOSE)

CARACTERÍSTICAS
PEQUENAS LESÕES DE CAPILARES SANGUÍNEOS DA DERME E SUBCUTÂNEO COMPROMETIMENTO OU NÃO DE ELEMENTOS TECIDUAIS ADJACENTES DISCRETA LESÃO DE FILAMENTOS NERVOSOS DOR HIPEREMIA

CONTUSÃO DE 2o GRAU
(HEMATOMA E DERRAME SEROSO)

CARACTERÍSTICAS
RUPTURA DE VASOS MAIS CALIBROSOS COM EXTAVASAMENTO DESANGUE EM CAVIDADES NEOFORMADAS OU NATURAIS DERRAMES SEROSOS (TRAUMA TANGENCIAL) DOR HEMATOMA

CONTUSÃO DE 3o GRAU
(TRITURAÇÃO DE PARTES MOLES) CARACTERÍSTICAS
DESTRUIÇÃO LIMITADA DE TECIDOS NECROSE E GANGRENA CIRCUNSCRITA NA ÁREA DO FOCO DOR EDEMA ALTERAÇÃO ANATÔMICA E FUNCIONAL GRAVE

CONTUSÃO DE 4o GRAU
CARACTERÍSTICAS
DESTRUIÇÃO TOTAL DOS TECIDOS MOLES E DUROS NECROSE E GANGRENACIRCUNSCRITA NA ÁREA DO FOCO DOR EDEMA ALTERAÇÃO ANATÔMICA E FUNCINAL GRAVE

CONTUSÃO
SINAIS CLÍNICOS
FENÔMENSO LOCAIS SINAIS DE INFLAMAÇÃO EQUIMOSE / HEMORRAGIA ALTERAÇÃO ANATÔMICA E FUNCINAL DOR / INSENSIBILIDADE GANGRENA

CONTUSÃO

DIAGNÓSTICO
ANAMNESE EXAME FÍSICO GERAL E ESPECIAL EXAMES COMPLEMENTARES

CONTUSÃO
TRATAMENTO
ORIENTAÇÃO DE ACORDO COM A REGIÃO E EXTENSÃO DOS TECIDOSLESADOS

CLÍNICO X CIRÚRGICO

FERIDAS
DEFINIÇÃO
SÃO TRAUMATISMOS ABERTOS (SOLUÇÃO DE CONTINUIDADE), COM DIVISÃO DOS TECIDOS ENVOLVIDOS, PODENDO ATINGIR A PELE OU PLANOS SUBJACENTES EM MAIOR OU MENOR GRAU.
FORMAÇÃO DE ESPAÇO ANORMAL INTERRUPÇÃO DO FLUXO SANGUÍNEO PERTURBAÇÃO DA SENSIBILIDADE ACÚMULO DE SUBSTÂNCIAS MORTAS DE ORIGEM ENDÓGENA E EXÓGENA CONTAMINAÇÃO EM GRAU VARIÁVEL

FERIDASETIOPATOGENIA
OBJETOS CORTANTES OBJETOS PERFURANTES
ARRANCAMENTOS MORDEDURAS AGENTES TÓXICOS PROJÉTEIS BALÍSTICOS SÉPTICAS ASSÉPTICAS

FERIDAS
CLASSIFICAÇÃO
DE ACORDO COM OS PLANOS ENVOLVIDOS SIMPLES
SUPERFICIAIS BORDAS LIMPAS E REGULARES SUSCEPTÍVEL DE EUNIÃO IMEDIATA SEM LESÃO VASCULAR OU NERVOSA

FERIDAS
CLASSIFICAÇÃO
DE ACORDO COM OS PLANOS ENVOLVIDOS COMPOSTA
PROFUNDAS E...
tracking img