Transtornos depressivos, bipolares e de ansiedade.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4444 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA
FACCAT
Psicologia
Disciplina: Genética Aplicada a Psicologia
Professor (a): Dra. Cármen Marilei Gomes





Bruna Soares
Kelly da Costa
Luciane Karpinski
Marilusa Gonçalves
Marlusa Grisa
Mateus Zanotti Marcon





Transtornos Depressivos, Bipolares e de Ansiedade.










Taquara/2011
INTRODUÇÃO




Neste trabalhoapresentaremos de modo sucinto alguns transtornos emocionais e de comportamento, a partir de resultados de estudos genéticos realizados até o momento, tais como: transtornos depressivos, bipolares e de ansiedade.






















































A GENÉTICA DO COMPORTAMENTO


A genética humana estuda os traçosherdáveis e o modo como estes são transmitidos através das gerações na psiquiatria, a ferramenta da genética tem sido aplicada na tentativa de esclarecer se o patrimônio genético do indivíduo pode ter influência no surgimento de transtornos mentais, quais seriam os genes envolvidos nesse processo e como eles interagiriam com as influências ambientais para a manifestação dos quadros psiquiátricos.A identificação de eventuais genes envolvidos com o surgimento de quadros psiquiátricos pode fornecer importantes subsídios acerca dos fatores de risco para o desencadeamento desses transtornos. Pode também validar ou delimitar melhor os atuais constructos diagnósticos, identificando marcadores biológicos, e ainda ampliar o conhecimento acerca dos processos fisiopatológicos relevantes para oaparecimento de quadros psiquiátricos, contribuindo para a elaboração de agentes terapêuticos mais eficazes.
As estratégias utilizadas para a averiguação de um componente genético nas doenças mentais podem ser basicamente classificadas em estratégias genético-epidemiológicas com o estudo em famílias, em gêmeos ou filhos. O comportamento pode ser definido como o conjunto de atitudese reações do indivíduo, determinadas por fatores internos variáveis e influenciáveis por diversas situações ambientais.
TRANSTORNOS DEPRESSIVOS




De Acordo com Manual Diagnostico e Estatístico de Transtorno Mentais (DSM-IV-TR) a Depressão Maior é um dos tipos de transtornos de humor, que englobam um grande grupo de transtornos em que o humor patológico e perturbações associadasdominam o quadro clínico. São considerados como síndromes, consistindo de um conjunto de sinais e sintomas persistentes por semanas ou meses que representam um desvio marcante do desempenho habitual do individuo. Nos transtornos de humor o individuo perde o controle de seus estados de humor e afetos e há uma experiência subjetiva de grande sofrimento.


Depressão Maior


Ospacientes afligidos por episódios depressivos que interferem drasticamente em seu cotidiano, têm transtorno depressivo maior ou depressão unipolar. Estes pacientes exibem perda de energia e interesse, sentimentos de culpa, dificuldade de concentração, perda de apetite e pensamentos de morte e suicídio. Modificam também o seu nível de atividade, das capacidades cognitivas, da fala e de funçõesvegetativas. Essas alterações quase sempre interferem no desempenho interpessoal, social e ocupacional. Um paciente com o diagnostico de transtorno depressivo maior apresenta ao menos cinco dos seguintes sintomas:
*Humor deprimido na maior parte do dia, quase todos os dias. Em crianças e adolescentes, pode ser humor irritável;
* Diminuição do interesse ou prazer em todas ou quase todas asatividades na maior parte do dia, quase todos os dias;
* Perda ou ganho significativo de peso sem estar em dieta, ou diminuição ou aumento do apetite quase todos os dias;
* Insônia ou hipersonia quase todos os dias;
* Agitação ou retardo psicomotor;
* Fadiga ou perda de energia;
* Sentimentos de inutilidade ou culpa excessiva ou inadequada;
*...
tracking img