Transporte de auxina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1522 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Transporte: A auxina pode atuar na própria cel q é formada, ser conjugada ou degradada. A auxina é encontrada principalmente no floema, o transporte pode ser de cel p/ cel. Tendo transporte polar e apolar. Principal via é da parte apical p/ a parte basal, transporte polar basípeto. Qdo o transporte ocorre da base da pta p/ o apce da raiz é transporte acrópeto. 

Transporte cel p/ cel: no meioextracelular tem ph mais baixo q o meio intercelular, tem muito prótons de H+. O AIA não se dissocia e penetra na cel através da parede celular e membrana celular. Dentro da cel o AIA vai se dissociar e esse anion não passa pala membrana celular.Esse anio indol acetato só sai da cel qdo se liga a uma proteína integral, q só existem na porção basal da cel. O caminho é de cima p/ baixo. No meioextracelular o anion se liga a um próton podendo assim entrar na cel. Ocorre essa ligação pq no meio extracelular o ph é baixo tendo muito prótons H+. Modo de ação: duas teorias: a auxina somente ativaria a bomba de prótons atp-ase. E q a auxina seria capaz de produzir a bomba atp-ase. Existem proteínas q se encaixam com os hormônios AIA, q vai induzir a liberação de alguns mensageiros secundários eeles entrariam no núcleo ativando o gene de atp-ase. A função dessa proteína é jogar prótons do citoplasma p/ o meio entre a membrana celr e a parede celr. Ativando enzimas e quebrando a parede celr.

TRANSPORTE DE AUXINAS
O transporte de auxinas tanto pode ser polar, ou seja, uniderecional, quanto apolar, através do floema, com várias direções, isto é, dependente da direção do fluxo do floema.O transporte polar de auxina ocorre na parte aérea do ápice para a base, e por isto, denominado de basípeto; e na raiz da base para o ápice, ou acrópeto. Além de unidirecional, o transporte polar é independente da gravidade.
Este transporte gera um gradiente longitudinal de auxina, que é extremamente importante no alongamento do caule; na dominância apical; na cura a ferimentos; e na senescênciafoliar.
Se retirarmos um pedaço do hipocótilo, a região apical (A) e a região basal (B). A= doadora e B= receptora.
Isto se verifica colocando nas duas pontas, gelatina e depois invertendo.
Invertendo a posição, o bloco de cima é que terá a auxina. Portanto, o transporte é unidirecional e independente da gravidade.
Que tecidos estão envolvidos?
Nos caules, geralmente é o cilindro vascular,onde está o tecido vascular. São células do parênquima, adjacentes ao tecido vascular. Mas o transporte não é pelos vasos. Ocorre de célula-a-célula.
Não é via comunicação citoplasmática, ou seja, não é pelo simplasto (plasmodesmos). Pelo simplasto seria por difusão, mas neste caso seria muito lento.
A concentração de AIA no caule é + ou - constante e portanto não é por difusão.
A saída de AIAde uma célula = efluxo.
A entrada de AIA = influxo (absorção)
O transporte polar depende de energia metabólica e é portanto um transporte ativo.
A taxa de transporte está na ordem de 1 cm/hora, ou seja, é 10 vezes maior que a taxa de difusão, mas 100 vezes menor do que pelo floema.
Nas raízes há ainda o transporte basípeto (da ponta da raiz para a base), o que ocorre também noutros tecidos.
Otransporte basípeto é importante na resposta ao gravitropismo (resposta gravitrópica).
[AIA] < 300 mg/L até 24 horas
Concentrações > 300 mg/L até 10000 mg/L, não mais do que 5s.
Estudo ao nível molecular do transporte de auxina.
Tais estudos são proporcionados pelos inibidores do transporte de auxina, chamados de fitotropinas.
Foram descobertas substâncias sintéticas (exógenas) e tambémnaturais (endógenas). Um dos efeitos desses inibidores é o raquitismo (tamanho da célula é influenciada). Também há a inibição de crescimento radicular e uma perda na resposta à luz e à gravidade (gravitropismo e fototropismo).
Nem todos os inibidores são fitotropinas.
Dentre os mais importantes estão o NPA (ácido naftilftâmico) e TIBA. TIBA é um ATI (Inibidor do Transporte de Auxina) que não...
tracking img