Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 497 (124016 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O

SEGUNDO

SEXO

SIMONE DE BEAUVOIR Entendendo o eterno feminino como um homólogo da alma negra, epítetos que representam o desejo da casta dominadora de manter em "seu lugar", isto é, no lugar de vassalagem que escolheu para eles, mulher e negro, Simone de Beauvoir, despojada de qualquer preconceito, elaborou um dos mais lúcidos e interessantes estudos sobre a condição feminina. Para elaa opressão se expressa nos elogios às virtudes do bom negro, de alma inconsciente, infantil e alegre, do negro resignado, como na louvação da mulher realmente mulher, isto é, frívola, pueril, irresponsável, submetida ao homem. Todavia, não esquece Simone de Beauvoir que a mulher é escrava de sua própria situação: não tem passado, não tem história, nem religião própria. Um negro fanático podedesejar uma humanidade inteiramente negra, destruindo o resto com uma explosão atômica. Mas a mulher mesmo em sonho não pode exterminar os homens. O laço que a une a seus opressores não é comparável a nenhum outro. A divisão dos sexos é, com efeito, um dado biológico e não um momento da história humana. Assim, à luz da moral existencialista, da luta pela liberdade individual, Simone de Beauvoir, em OSegundo Sexo, agora em 4.a edição no Brasil, considera os meios de um ser humano se realizar dentro da condição feminina. Revela os caminhos que lhe são abertos, a independência, a superação das circunstâncias que restringem a sua liberdade.

OBRAS DO MESMO AUTOR L'invitêe Tous les hommes sont mortels Le sang des autres Les mandarins Les bouches mutiles Pyrrhus et Cinéas Pour une morale del'ambigüité L'Amérique au jour le jour Privilèges La longue marche Le deuxième sexe: I. Les faits et les mythes II. L'expériense vécue Mémoires d'une jeune filie rangée La force de l'âge La force des choses Les belles images La femme rompue Une mort très douce Djamila Boupacha (em colaboração com Gisèle HALAMI)

já traduzidas
pela DIFUSÃO EUROPÉIA DO LIVRO

A convidada O Segundo Sexo: 1. Fatos eMitos 2. A Experiência Vivida Memórias de uma Moça Bem Comportada Na Força da Idade, 2 v. Sob o Signo da História, 2 v. Os Mandarins, 2 v. As Belas Imagens A Mulher Desiludida O Sangue dos Outros

S IMONE DE BEAUVOIR

O SEGUNDO SEXO
1. FATOS E M I T O S
4.a EDIÇÃO

TRADUÇÃO CAPA

DE DE

SÉRGIO FERNANDO

MILLIET LEMOS

DIFUSÃO

EUROPÉIA

DO

LIVRO

Título do original: LEDEUXIÊME SEXE LES FAITS ET LES MYTHES

a J A C Q U E S BOST

Há um principio bom que criou a ordem, a luz e o homem, e um princípio mau que criou o caos, as trevas e a mulher.
PITÁGORAS

Tudo o que os homens escreveram sobre as mulheres deve ser suspeito, pois eles são, a um tempo, juiz e parte.
POULAIN DE LA B A R R E

H

ESITEI muito tempo em escrever um livro sobre a mulher. Otema é irritante, principalmente para as mulheres. E não é novo. A querela do feminismo deu muito que falar: agora está mais ou menos encerrada. Não toquemos mais nisso. . . No entanto, ainda se fala dela. E não parece que as volumosas tolices que se disseram neste último século tenham realmente esclarecido a questão. Demais, haverá realmente um problema? Em que consiste? Em verdade, haverá mulher?Sem dúvida, a teoria do eterno feminino ainda tem adeptos; cochicham: "Até na Rússia elas permanecem mulheres". Mas outras pessoas igualmente bem informadas — e por vezes as mesmas — suspiram: "A mulher se está perdendo, a mulher está perdida". Não sabemos mais exatamente se ainda existem mulheres, se existirão sempre, se devemos ou não desejar que existam, que lugar ocupam no mundo ou deveriamocupar". "Onde estão as mulheres?", indagava há pouco uma revista intermitente (1) . Mas antes de mais nada: que é uma mulher? "Tota mulier in utero: é uma matriz", diz alguém. Entretanto, falando de certas mulheres, os conhecedores declaram: "Não são mulheres", embora tenham um útero como as outras. Todo mundo concorda em que há fêmeas na espécie humana; constituem, hoje, como outrora, mais ou...
tracking img