Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6602 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MORTE E MORRER
A importância do estudo da morte para profissionais de enfermagem
RESUMO
Introdução: Os profissionais de saúde são os que mais lutam contra a morte, mas sua formação e sua carreira são marcadas pelo afastamento dela. Métodos: estudo de natureza descritiva, com base bibliográfica, teve como objetivo levantar conteúdos sobre o fenómeno "morte" no intuito de despertar um sensocrítico sobre a assistência de enfermagem ao cliente terminal. Justificativa: poucos são os conteúdos abordados nos cursos de enfermagem sobre o tema. Na escala das existências individuais, a morte é a única certeza absoluta no domínio da vida. Esta afirmação encontra-se com o fato de que a enfermagem é a única profissão presente na vida do cliente do início da vida até a consumação da morte.Conclusão: os profissionais devem produzir uma harmonia entre a vida e a morte, entre saúde e doença, entre a cura e o óbito. O cuidado de qualidade deve ser prestado ao ser humano em todos os seus aspectos. Palavras-chave: Morte, doente terminal, tanatologia.
1. INTRODUÇÃO
Os profissionais de saúde são os que mais lutam contra a morte, mas sua formação e sua carreira são marcadas pelo afastamento dela. Amorte não faz parte do programa de estudos nas universidades e quando ocorre o ensino é superficial. Em face desse ritual obsessivo de negação da morte, o indivíduo perde a oportunidade de melhor formar suas concepções sobre a morte e o morrer. O enfermeiro e outros profissionais de saúde se apropriam cada vez mais da vida e da morte, admitindo sempre de má-vontade os casos em que não podemrealizar milagres. Este pavor à morte e reafirmação insistentes de imortalidade que parte de nossas mentes são o outro lado da criação da morte verdadeira, da morte profunda, da morte. Negando a morte, nossa cultura a mistificou e impôs tabus.
Para Penna, Nova e Barbosa (1999, p.20), os conteúdos que abordam a morte no currículo de enfermagem falam de questões éticas ou causa mortis da população, masao aprender a morte como um fenómeno ao qual se está exposto diariamente e com o qual se deveria saber lidar, não há referências. Esse aprendizado se dá no campo da prática quando o profissional começa a perder os pacientes sob seus cuidados. Alunos e professores demonstram não ter preparo para enfrentar a morte, e o que aprenderam; ainda insuficiente, passa pela experiência de vida de cada um,pela convivência eventual com o morrer do outro. Este aprendizado é solitário e vem da necessidade individual daquele profissional que, no seu cotidiano de trabalho, convive com a morte à qual não se habitua, pois lidar com ela é doloroso, vem acompanhado de muito sofrer e mecaniza as ações. Diante da soma desses fatores, objetiva-se com esta pesquisa bibliográfica reunir conteúdos sobre o fenómeno"morte" para que desperte um senso crítico sobre a assistência de enfermagem ao cliente terminal e sobre o estudo deste tema.
2. METODOLOGIA
A pesquisa caracteriza-se com o tipo exploratório, de acordo com Tomasi e Yamamoto (1999, p.21), os estudos exploratórios permitem ao investigador ampliar sua experiência em torno de um determinado problema. Ao mesmo tempo identifica-se um caráterdescritivo, visto que a pesquisa descritiva tem como objetivo obter informações do que já existe, a fim de poder descrever e interpretar a realidade, conforme afirma Rudio (2001, p. 16). Há uma necessidade de descobrir o que acontece, conhecer o fenómeno, procurando interpretá-lo, e descrevê-lo.
A revisão de literatura foi utilizada como meio de pesquisa, sendo a análise bibliográfica a principal fontede dados. O termo "observação documental" deve ser utilizado num sentido mais extenso, aplicando-o também para o "uso da biblioteca", tanto porque nela se encontram as observações e experiência que os outros já fizeram, como também nela se acham as bases conceituais, sem as quais não se pode haver verdadeira observação científica, (ibid, p.48)

3 A MORTE E A VIDA X HOSPITAL E ENFERMAGEM...
tracking img