Trabalhos diversos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3997 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO




Neste resumo serão abordadas questões relativas à análise do atual cenário econômico, identificando e apresentando os principais valores que a sociedade mundial contemporânea enfoca. Baseado nisto, os três autores, Paul Hawken, Amory Lovins e L. Haunter Lovins, nos mostram no livro “Capitalismo Natural” casos ligados a sistemas produtivos, utilização de recursosnaturais, otimizações com relação ao uso de energia, mostrando o quanto a economia está retirando a ênfase da produtividade humana para colocá-la sobre o aumento radical da produtividade dos recursos, ilustrando, desta forma, alternativas para mudanças, onde se engendraria mais empregos significativos, com salários dignos, melhor padrão de vida para os carentes e uma redução drástica do impacto dahumanidade sobre o meio ambiente.


Baseado em mais de cinqüenta estudos de casos acerca da produtividade de recursos, demonstra-se que em economias inteiras pode-se haver uma melhor utilização do material extraído da natureza e uma melhor empregabilidade da energia, trazendo como conseqüência um salto no quesito qualidade de vida.A Próxima Revolução Industrial



Ao analisar mudanças relativas ao sistema econômico de produtividade prevê-se que no próximo século, com a população duplicada e os recursos disponíveis per capita reduzidos a aproximadamente três quartos, poderá ocorrer uma transformação notável na industria e no comércio.

Um dado relevante que foi considerado, é o de que a partir de meados doséculo XVIII, destruiu-se mais a natureza que em toda a história anterior. Logo, o Capitalismo Natural que, segundo a obra, compreende todos os conhecidos recursos usados pela humanidade: a água, os minérios, o petróleo, as árvores, os peixes, o solo, o ar, etc., reconhece a interdependência fundamental entre a produção e o uso do capital produzido pelo homem, por um lado, e a conservação e ofornecimento do capital natural, por outro.

O livro aborda um aspecto interessante no qual o capital se define como a riqueza acumulada na forma de investimentos, fábricas e equipamentos. Quando, na verdade, uma economia requer quatro tipos de capital para funcionar adequadamente:

• O capital humano, na forma de trabalho e inteligência, cultura e organização;
• O capitalfinanceiro, que consiste em dinheiro, investimentos e instrumentos monetários;
• O capital manufaturado, inclusive a infra-estrutura, as máquinas, ferramentas e as fábricas;
• O capital natural, constituído de recursos, sistemas vivos e os serviços do ecossistema.

O capitalismo, tal qual vem sendo praticado, é considerada uma aberração lucrativa e insustentável dodesenvolvimento humano. O que se pode designar como “Capitalismo Industrial” não se ajusta, de forma lógica aos seus próprios princípios de contabilidade. Isto porque, na realidade, o “Capitalismo Industrial” liquida seu capital e chama isso de renda, descuidando de atribuir qualquer valor aos mais importantes capitais que emprega, que são:


• os recursos naturais e os sistemas vivos; e
• ossistemas sociais e culturais que são a base do capital humano.


De acordo com a obra lida, pode-se expressar sinteticamente a atual mentalidade do sistema capitalista da seguinte maneira:


• O progresso econômico tem melhores condições de ocorrer em sistemas de produção e distribuição de mercado livre em que os lucros reinvestidos tornam o trabalho e o capital cada vez maisprodutivo;
• Obtém-se vantagem competitiva quando fábricas maiores e mais eficientes produzem mais produtos para a venda do mercado em expansão;
• O crescimento da produção total (PIB) maximiza o bem-estar humano;
• Todo advento de escassez de recursos estimula o desenvolvimento de substitutos;
• As preocupações com a saúde do meio ambiente são importantes, mas deve equilibrar-se com...
tracking img