Trabalhos adm

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (634 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Eu sei, mas não devia

Eu sei que a gente se acostuma. Mas não devia.
A gente se acostuma a morar em apartamentos de fundos e a não ter outra vista que não as janelas ao redor. E, porque não temvista., logo se acostuma a não olhar para fora. E, porque não olha pra fora, logo se acostuma a não abrir todo s cortinas. E, porque não abre as cortinas, logo se acostuma a acender mais cedo a luz. E,a medida que se acostuma, esquece o sol, esquece o ar, esquece a amplidão.
A gente se acostuma a acordar de manha sobressaltado porque está na hora. A tomar o café correndo porque está atrasado. Aler o jornal no ônibus porque não pode perder o tempo da viagem. A comer sanduíche porque não da pra almoçar. A sair do trabalho porque já é noite. A cochilar no ônibus porque está cansado, a deitarcedo e dormir pesado sem ter vivido o dia.
A gente se acostuma a abrir o jornal e a ler sobre a guerra. E, aceitando a guerra, aceita os mortos e que haja numero para os mortos. E, aceitando osnúmeros, aceita não acreditar nas negociações de paz. E, não acreditando mas negociações de paz, aceita ler todo dia da guerra, dos números, da longa duração.
A gente se acostuma a esperar o dia inteiro eouvir no telefone: hoje não posso ir. A sorrir para as pessoas sem receber um sorriso de volta. A ser ignorado quando precisava tanto se visto. A gente se acostuma a pagar por tudo o que deseja e ode que necessita. E a lutar para ganhar o dinheiro com que pagar. E a ganhar menos do que precisa. E a fazer fila para pagar. E a pagar mais do que as coisas valem. E a saber que cada vez pagar mais. Ea procurar mais trabalho, para ganhar mais dinheiro, para ter com que pagar nas filas em que se cobra. A gente se acostuma a nadar na rua e ver cartazes. A abrir as revistas e ver anúncios. A ligar atelevisão e assistir a comerciais. A ir ao cinema e engolir publicidade. A ser instigado, conduzido, desnorteado, lançado na infindável catarata dos produtos.
A gente se acostuma a poluição. As...
tracking img