Generos textuais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1919 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO
CURSO: BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO
DISCIPLINA: LINGUA PORTUGUESA
PROFº: FRANCILIO


Assunto (TEMA): GÊNEROS TEXTUAIS Ficha nº 01
-------------------------------------------------
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA: DIONISIO, Ângela Paiva; MACHADO, AnnaRachel; BEZERRA, Maria Auxiliadora. Gêneros Textuais & Ensino. 2ª edição. Rio de Janeiro: Editora Lucerna, 2003.
1. COMO PRÁTICAS SÓCIO-HISTÓRICAS
2.1 - Fenômenos históricos vinculados à vida social e cultural
2.2 – Contribuem para ordenar e estabilizar a comunicação no dia-a-dia
2.3 – Não são instrumentos estanques, são maleáveis e dinâmicos
2.4 – Surgemdevido a necessidades e atividades sócio-culturais e na relação com inovações tecnológicas.
2.5 – Grande quantidade em relação a sociedades anteriores à escrita.
2.6 – Povos de cultura essencialmente oral, desenvolveram conjunto limitado de gêneros.
2.7 – Após a invenção da escrita, multiplicam-se os gêneros.
2.8 – A partir do século XV, com o florescimentoda cultura impressa, os gêneros expandem-se.
2.9 - Amplia-se no século XVIII
2.10 – Hoje, na fase denominada cultura eletrônica, há uma explosão de novos gêneros e novas formas de comunicação.
2.11 – Os gêneros textuais surgem, situam-se e integram-se nas culturas que se desenvolvem, caracterizando-se por suas funções comunicativas do que por suas peculiaridades linguísticase estruturais.
2.12 – De difícil definição formal, assim com o surgem, tendem a desaparecer.

Assunto (TEMA): GÊNEROS TEXTUAIS Ficha nº 01
-------------------------------------------------
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA: DIONISIO, Ângela Paiva; MACHADO, Anna Rachel; BEZERRA, Maria Auxiliadora. Gêneros Textuais &Ensino. 2ª edição. Rio de Janeiro: Editora Lucerna, 2003.
2. COMO PRÁTICAS SÓCIO-HISTÓRICAS
3.13 - Fenômenos históricos vinculados à vida social e cultural
3.14 – Contribuem para ordenar e estabilizar a comunicação no dia-a-dia
3.15 – Não são instrumentos estanques, são maleáveis e dinâmicos
3.16 – Surgem devido a necessidades e atividadessócio-culturais e na relação com inovações tecnológicas.
3.17 – Grande quantidade em relação a sociedades anteriores à escrita.
3.18 – Povos de cultura essencialmente oral, desenvolveram conjunto limitado de gêneros.
3.19 – Após a invenção da escrita, multiplicam-se os gêneros.
3.20 – A partir do século XV, com o florescimento da cultura impressa, os gêneros expandem-se.3.21 - Amplia-se no século XVIII
3.22 – Hoje, na fase denominada cultura eletrônica, há uma explosão de novos gêneros e novas formas de comunicação.
3.23 – Os gêneros textuais surgem, situam-se e integram-se nas culturas que se desenvolvem, caracterizando-se por suas funções comunicativas do que por suas peculiaridades linguísticas e estruturais.
3.24 – De difícildefinição formal, assim com o surgem, tendem a desaparecer.

Assunto (TEMA): GÊNEROS TEXTUAIS Ficha nº 02
-------------------------------------------------
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA: DIONISIO, Ângela Paiva; MACHADO, Anna Rachel; BEZERRA, Maria Auxiliadora. Gêneros Textuais & Ensino. 2ª edição. Rio de Janeiro: EditoraLucerna, 2003.
3. NOVOS GÊNEROS E VELHAS BASES
4.25 - Novos gêneros tem com o base outros anteriores a estes
4.26 – Não são propriamente as tecnologias que originam os gêneros e sim a intensidade do seu uso e a interferência nas comunicação diária.
4.27 – Bakhtin fala da transmutação que é a assimilação de um gênero por outro formando novos.
4.28 – A...
tracking img