Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1103 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
COLÉGIO SANTA TERESA DE JESUS

IASSANÃ DIAS FERREIRA
Nº 10 – 1º Ano EM

UMBANDA

PORTO ALEGRE, 02 DE ABRIL DE 2013.
COLÉGIO SANTA TERESA DE JESUS

IASSANÃ DIAS FERREIRA
Nº 10 – 1º Ano EM

UMBANDA

Trabalho apresentado ao componente curricular de Ensino Religioso, do Ensino Médio, do Colégio Santa Teresa de Jesus, como requisito parcial para avaliação trimestral.
Professor: Jonas

PORTO ALEGRE, 02DE ABRIL DE 2013.
Introdução

O presente trabalho tem como tema principal a umbanda, e a forma em que ela se apresenta na sociedade. A umbanda é uma das religiões africanas que mais cresce no Brasil.

História do movimento umbandista:

No final de 1908, Zélio Fernandino de Moraes, um jovem rapaz com 17 anos de idade, começou a sofrer estranhos "ataques". Esses "ataques" do rapaz eramcaracterizados por posturas de um velho, falando coisas sem sentido e desconexas, como se fosse outra pessoa que havia vivido em outra época. Muitas vezes assumia uma forma que parecia a de um felino lépido e desembaraçado que mostrava conhecer muitas coisas da natureza.
Alguém da família sugeriu que "isso era coisa de espiritismo" e que era melhor levá-lo à Federação Espírita de Niterói, presidida na épocapor José de Souza. No dia 15 de novembro, o jovem Zélio foi convidado a participar da sessão, tomando um lugar à mesa. Tomado por uma força estranha e alheia a sua vontade, e contrariando as normas que impediam o afastamento de qualquer dos componentes da mesa, Zélio levantou-se e disse: "Aqui está faltando uma flor". Saiu da sala indo ao jardim e voltando após com uma flor, que colocou no centroda mesa.
Restabelecidos os trabalhos, manifestaram-se nos médiuns kardecistas espíritos que se diziam pretos escravos e índios. O diretor dos trabalhos achou tudo aquilo um absurdo e advertiu-os com aspereza, citando o "seu atraso espiritual" e convidando-os a se retirarem. Após esse incidente, novamente uma força estranha tomou o jovem Zélio e através dele falou: “Porque repelem a presença dessesespíritos, se nem sequer se dignaram a ouvir suas mensagens. Será por causa de suas origens sociais e da cor?”
Um médium vidente perguntou: “Por que o irmão fala nestes termos, pretendendo que a direção aceite a manifestação de espíritos que, pelo grau de cultura que tiveram, quando encarnados, são claramente atrasados? Por que fala deste modo, se estou vendo que me dirijo neste momento a umjesuíta e a sua veste branca reflete uma aura de luz? E qual o seu nome irmão?”
“Se querem um nome, que seja este: sou o Caboclo das Sete Encruzilhadas, porque para mim, não haverá caminhos fechados. O que você vê em mim, são restos de uma existência anterior. Fui padre e o meu nome era Gabriel Malagrida. Acusado de bruxaria fui sacrificado na fogueira da Inquisição em Lisboa, no ano de 1761. Mas emminha última existência física, Deus concedeu-me o privilégio de nascer como caboclo brasileiro.”
Anunciou também o tipo de missão que trazia do Astral:
“Se julgam atrasados os espíritos de pretos e índios, devo dizer que amanhã (16 de novembro) estarei na casa de meu aparelho, às 20 horas, para dar início a um culto em que estes irmãos poderão dar suas mensagens e, assim, cumprir missão que o PlanoEspiritual lhes confiou. Será uma religião que falará aos humildes, simbolizando a igualdade que deve existir entre todos os irmãos, encarnados e desencarnados.”
O vidente retrucou: “Julga o irmão que alguém irá assistir a seu culto?”, perguntou com ironia. E o espírito já identificado disse:
“Cada colina de Niterói atuará como porta-voz, anunciando o culto que amanhã iniciarei.”
No dia seguinte,na casa da família Moraes, ao se aproximar a hora marcada, 20:00 h, lá já estavam reunidos os membros da Federação Espírita para comprovarem a veracidade do que fora declarado na véspera; estavam os parentes mais próximos, amigos, vizinhos e, do lado de fora, uma multidão de desconhecidos.
Às 20:00 h, manifestou-se o Caboclo das Sete Encruzilhadas. Declarou que naquele momento se iniciava um...
tracking img