Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1586 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
BRINCADEIRAS INFANTIS:
O Brincar na Educação Infantil



Introdução

O brincar é a atividade mais importante e clara que dá identidade à infância como o “ser criança”. Mas, o que o profissional descobre com a brincadeira na educação infantil? É notável que, através do brincar de faz-de-conta, as crianças colocam em pratica suas fantasias, alterando significados de objetos como, ocabo de vassoura, que vira cavalo, criam e recriam a todo o momento e suas imaginações são “super férteis”. É no brincar que aparecem as diversas formas da criança realizar esse feito, seja em grupo, duplas e na maioria das vezes sozinhas. E o que a brincadeira irá acrescentar na formação da criança? O brincar carrega tradições, nostalgias, desperta sonhos e instiga a imaginação. Brincandoconstrói-se conhecimento, apropria-se da cultura, aprendem-se as tradições, revivem-se memórias, combinam-se regras, inventam-se novos sentidos e significados, através de sua linguagem comum a brincadeira é expressão, representação, significação e reinterpretação da e na cultura.

Justificativa
Esta proposta de projeto pedagógico vem ao encontro da necessidade de valorização dabrincadeira, do brincar, com a intenção de resgatar sua importância no processo de ensino-aprendizagem que ultrapassa os limites da rotina diária da sala de aula.
A Nova Lei de Diretrizes e Bases (LDB) da Educação Nacional, Lei 9394/96 (BRASIL, 1996), traz novos desafios à comunidade escolar orientando o ensino e instituindo parâmetros para o bom andamento do processo educativo nas instituiçõesescolares.
Apesar da diversidade de estudos sobre a importância do brincar no processo de aprendizagem, ainda é difícil para a maioria dos professores levarem esta realidade para o âmbito escolar. Assim, este projeto se justifica, na medida em que poderá servir de subsídio teórico, onde os professores poderão ampliar sua compreensão acerca da temática.

Fundamentação TeóricaTentar definir o brincar não é uma tarefa fácil. Quando se pronuncia a palavra brincar, cada pessoa pode entendê-la de modo diferente. Brincar é um meio pelo qual os seres humanos e animais exploram uma variedade de experiências com diferentes situações, para as mais diversas situações.
Wajskop (1995, p.25) afirma que: “O brincar é uma atividade humana na qual as crianças são introduzidasconstituindo-se em um modo de assimilar e recriar a experiência sócio-cultural dos adultos”. Segundo Chateau (1997) e Winnicott (1985) o ato de brincar é um ato característico da infância e afirmam que a infância não existe sem o brincar, o brincar é inato. A criança tem como objetivo a própria ação do brincar (fazer), não importando o resultado que este fazer proporciona. O brincar é algo livree, em função deste aspecto não há modos prontos de agir ou operar durante a brincadeira. Para Winnicott (1985), a brincadeira é universal e própria da saúde: o brincar facilita o crescimento e, portanto promove a saúde. O brincar conduz aos relacionamentos grupais, podendo ser uma forma de comunicação na psicoterapia; traz a oportunidade para o exercício da simbolização e é também umacaracterística humana.
Vygostsky (1998) afirma que o brincar é um espaço de aprendizagem onde a criança age além do seu comportamento humano. No brincar, ela age como se fosse maior do que é na realidade, realizando simbolicamente, o que mais tarde realizará na vida real. Embora aparentemente expresse apenas o que mais gosta, a criança quando brinca, aprende a se subordinar às regras das situaçõesque reconstrói. Essa capacidade de sujeição às regras, imposta pela situação imaginada, é uma das fontes de prazer no brincar.
Moyles (2002) afirma que “Para cada criança o brincar tem sua importância
e valor”, sendo que da mesma forma Macedo defende que:
...Brincar é envolvente, interessante e informativo. Envolvente porque coloca a criança em um...
tracking img