Trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1048 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Material de apóio

ANÁLISE DA VIABILIDADE
ECONÔMICA
DE UM- PROJETO INDUSTRIAL

Uma das etapas mais importantes na elaboração de um projeto industrial é a análise de
sua viabilidade econômica e financeira.
Este capítulo visa apresentar, utilizando-se de informações das etapas anteriores de um
projeto, uma metodologia de cálculo para que se possa concluir sobre a viabilidade de umprojeto.
É necessário, portanto, um correto levantamento dos custos e das receitas adicionais
decorrentes do investimento.
Para um perfeito entendimento dos quadros que serão apresentados e, para que a
classificação dos itens seja adequada, deve-se conhecer a terminologia usual da área de custos:
Terminologia em custos industriais:
• Gasto: conceito amplo que significa sacrifício financeiro deuma maneira geral. O sacrifício
é representado por entrega ou promessa de entrega de dinheiro ou outros ativos. Engloba,
portanto, investimento, custo, despesa e perda.
• Investimento: gasto ativado em função de sua vida útil ou de benefícios atribuíveis a
futuros períodos. Cita-se como exemplo: Estoques, Aplicações, máquinas e equipamentos,
construções civis, marcas e patentes, ações deoutras empresas.
• Custo: Gasto relativo a bem ou serviço utilizado na produção de outros bens ou serviços. Ex:
consumo de matérias primas na produção, salário dos empregados da área de produção,
energia elétrica usada na produção, depreciação de máquinas da produção.
• Despesa: Gasto relativo a bem ou serviço consumidos para obtenção de receitas. Ex:
salários da administração geral,depreciação de ativos fora da produção, comissão de
vendedores. O custo de produção torna-se despesa quando o produto é vendido, mas costumase
chamá-lo de custo do produto vendido.
• Perda: gasto com bem ou serviço consumidos de forma anormal e involuntária. Não é um
sacrifício feito com a intenção de obtenção de receitas. Ex: valor dos danos provocados por
incêndios ou enchentes,obsoletismo de estoques, gasto com mão de obra durante uma greve,
refugos anormais, unidades defeituosas.
• Desembolso: Pagamento resultante da aquisição do bem ou serviço. Pode ser defasado ou
não do gasto.

1. INVESTIMENTO
O investimento pode ser classificado da seguinte forma:
a) Fixo
b) Giro
O investimento fixo é composto por equipamentos, terrenos, construções civis,
instalaçõesindustriais, móveis, etc.
O investimento em giro é o capital de giro necessário para por em marcha a empresa,
ou seja, disponibilidades, estoques, e os recursos necessários para sustentar as vendas a prazo.
Ao final da vida do projeto estima-se o valor residual de venda do investimento fixo
e considera-se o desativamento do capital de giro como uma entrada de caixa.

2. CUSTOS DE PRODUÇÃO
Oscustos de produção são aqueles que ocorrem na fabricação do produto e são
classificados em Variáveis e Fixos.
Os Custos Variáveis são aqueles que variam de acordo com a quantidade produzida.
Os principais custos variáveis de produção são os seguintes:
• Matérias Primas, Embalagens e Materiais Auxiliares
• Fretes
• Mão-de-Obra Direta
• Consumo de Energia Elétrica (no processoprodutivo)
• Água Industrial
• Combustível

Os Custos Fixos normalmente não variam proporcionalmente à produção. Os
principais são os seguintes:
• Mão-de-Obra Indireta
• - Manutenção
• - Seguros
• Demanda de Energia Elétrica
• Despesas de Aluguel relativas à fabricação

3. DESPESAS GERAIS
As Despesas Gerais são aquelas que, mesmo importantes para a operação,não fazem
parte da fabricação de um produto. Podem, também, ser classificadas em fixas e variáveis.
Considera-se, nesta metodologia, como principais Despesas Gerais Variáveis as
seguintes:
• Despesas Variáveis com Vendas (Comissão de vendedores)
• - Despesas Financeiras com Desconto de Duplicatas
Como Despesas Gerais Fixas considera-se:
• - Despesas Administrativas
•...
tracking img