Trabalho sobre o filme Cidade de Deus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1106 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de agosto de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
Meio ambiente familiar e pré-disposição criminal 1. Do filme “Cidade de Deus” Produção cinematográfica dirigida por Fernando Meirelles, o filme “Cidade de Deus” retrata a crescente do crime organizado nas favelas do Rio de Janeiro entre as décadas de 60 e 80, em especial, os fatos que ocorreram na comunidade que leva o mesmo nome do filme. Toque especial trazido por este filme, que o difere deoutras produções que retratam as entranhas das facções criminosas e suas atividades horrendas, é o fato de tais facções serem majoritariamente controladas e encabeçadas por criminosos na idade adolescente. Talvez este o toque que faça jus ao sucesso e repercussão que o filme obteve, não obstante tenha trazido uma certa crueldade à obra.
Não à toa, esta característica marcante do filme é exatamenteo foco deste trabalho, ao passo que a utilizaremos em uma análise das teorias propostas por Cesare Lombroso e Enrico Ferri. Nota-se na película que os delinquentes que o protagonizam são, em suma, jovens, e desprovidos de um ambiente familiar “favorável” a um bom desenvolvimento pessoal, alguns, totalmente desprovidos de qualquer ambiente familiar. Desde o início, o personagem Buscapé relata osdiversos criminosos e traficantes que viveram e dominaram a Cidade de Deus naquela época, narrando a história desde os momentos de fama do Trio Ternura – do qual seu irmão, Marreco, era parte – até a “conquista” da Caixa Baixa, que ocorre com a morte de Zé Pequeno. Embora o foco dos relatos do personagem Buscapé se encontre nas ações de Zé Pequeno (que no início da trama era chamado de Dadinho) eseu parceiro Bené, estes são rodeados por personagens paralelos que compartilham grande parte de suas características, quais sejam, pouca ou nenhuma influência familiar, condições de vida miseráveis, ânsia por poder e crença de que a única maneira de sobreviver naquele meio se reduz na participação em facções criminosas. Todos estes aspectos se repetem de forma muito clara na grande maioria dospersonagens. Como exceções ao produto do meio retratado na obra, pode-se citar o próprio Buscapé, personagem principal, que pôde resistir à tentação do crime e que nunca demonstrou realmente o desejar, embora tenha tentado praticar roubo por três vezes na mesma noite, sem sucesso por motivos diverso
Filho de pais trabalhadores e aparentemente preocupados com o desenvolvimento do filho, Buscapéfrequentou a escola e realizou o sonho de se tornar fotógrafo. Também de origem diferente da maioria dos meninos no filme, o personagem Thiago, vivido por Daniel Zettel, não é de família pobre, é encontrado com roupas de marca e outros objetos de alto valor, mas acaba entrando no crime, após se envolver com o traficante Zé Pequeno e, ao final do filme, possui as mesmas características dos demaisdelinquentes, tornando-se, sem dúvidas, um integrante do bando. O personagem Mané Galinha, encarnado pelo cantor Seu Jorge, é outro que possui origens distintas da maioria. Não obstante morar na Cidade de Deus, se orgulha em dizer que serviu o exército e que sonha em abrir uma academia para ensinar jiu-jitsu, e que apenas trabalha como cobrador de ônibus enquanto não possui meios para concretizar seuplano. Tragicamente, este é mais um que se transforma e, por fim, vira peça muito atuante entre as facções da Cidade de Deus, porém, tal transformação não se dá em virtude do crime em si, muito menos das supostas recompensas que este traz, e sim, por vingança, sentimento que paira por quase todo o filme.

No 3º capitulo do livro “Meio ambiente familiar” temos a discussão sobre a antropologia criminalx sociologia crimanal e quem tem razão, essa pergunta será respondida na conclusão mas para um rápido retrospecto temos as teorias de Cesare Lombroso, médico italiano que deu origem ao estudo da antropologia criminal e Enrico Ferri, “pai” da sociologia criminal.
Em sua teoria de “o homem delinquente” Lombroso argue que é possível identificar os criminosos natos porque a anatomia define o destino...
tracking img