Trabalho sobre quilombolas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1474 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA- UNIDERP

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

LABORATÓRIO DE PRÁTICAS INTEGRADAS

















PESQUISA E DESENVOLVIMENTO LOCAL



















CARUARU

2012

UNIVERSIDADE ANHANGUERA- UNIDERP

ALINNE PRISCILA DE LUCENA RA 172918

KEYLA PATRICIA DA SILVA DUARTE RA 165310

MARIA DACONCEIÇÃO DE SOUZA RA 163873

MARIA JUSCILENE DE SOBRAL RA 174803

NÁDJA RAFAELLA DA SILVA FREIRE RA 175232











Trabalho apresentado para fins de avaliação do curso de Serviço Social administrado pela professora local Catarina Brito e as professoras interativas Mª Clotilde P. Bastos e Suzanir F. Maia.











CARUARU13 DE ABRIL DE 2012.

Introdução



As comunidades quilombolas são povos com grandes riquezas culturais, que surgiram de homens e mulheres refugiados que tinham resistência em trabalhar como escravos. O território da Comunidade Quilombola é uma concretização das conquistas da comunidade afro descendente no Brasil, fruto das várias e heróicas resistências ao modelo escravagista eopressor instaurado no Brasil colônia e do reconhecimento dessa injustiça histórica.

É um espaço onde eles se fecham e mantém suas vidas resistindo a outras pessoas que queiram entrar na comunidade. É pautada pelo respeito às tradições e aos valores das regiões onde estão inseridos, tem como principio a convivência harmônica com todas as comunidades valorizando a cultura e estabelecendorelações duradouras.

Vivendo em áreas isoladas, os homens e as mulheres implementaram uma organização social para que continuassem livres. Mas o que muitos ainda não sabem, ou foram forçados a não acreditar é que essa noção de organização e resistência que nos remete ao passado do Brasil traz o Quilombo dos Palmares como maior exemplo. Os quilombos eram, na verdade, fortalezas paraproteger a liberdade dos negros e permitir que em meio à hostilidade da sociedade escravista, uma vida digna e mais próxima de sua cultura primeiro africana e depois afro-brasileira fosse vivida.

Atualmente, o conceito de Quilombola vai muito além de descendentes de escravos fugidos. A razão disso é que as Comunidades Quilombolas integram, hoje, o vasto contexto agrário brasileiro e seauto definem a partir das suas relações com a terra, o território, o parentesco, a ancestralidade, as tradições e as práticas culturais próprias. Essa formação só foi possível através da conquista de terras para cultivo, fossem elas ocupadas quando essas não tinham dono, herdadas, doadas, recebidas como pagamentos por serviços feitos ao estado ou compradas, durante a após o regime escravocrata.O interesse em pesquisar as Comunidades Quilombolas surgiu através da curiosidade em como aqueles povos convivem, suas culturas e suas características. Através da pesquisa e das informações colhidas foi possível detectar que os Quilombolas tem uma história que os diferenciam de todas as outras pessoas, é se assumir negro, ser diferente e fazer a diferença, respeitando suas origens e suadiversidade religiosa.

O desenvolvimento local pressupõe uma transformação consciente da realidade local. Isto implica em uma preocupação não apenas com a geração presente, mas também com as gerações futuras, como as comunidades quilombolas que se preocupam em passar suas crenças e culturas de geração em geração. É importante ressaltar que os Quilombolas viveram as mudanças próprias darealidade social brasileira e que, apesar de passarem por essas mudanças, elas não abandonaram a referência que tem dos seus antepassados.

Portanto, ainda há espalhadas pelo país dezenas de comunidades quilombolas remanescentes, que da luta contra a escravidão passaram agora à luta contra o preconceito racial. Elas tiveram uma grande vitória quando a Constituição de 1988 lhes...
tracking img