Trabalho de sociologia juridica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1006 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA- UNIDERP- UNIDADE MATRIZ

SOCIOLOGIA JURÍDICA PROFESSOR: HERBERT COVRE N 16- DIREITO - 1°SEMESTRE - NOTURNO

FRANCIELLY OCAMPOS DUTRA - RA 6059008943

Relatório com comentários de citações sobre o texto extraído do livro “Sociologia”- do autor Max Weber. 4. OS TRÊS TIPOS DE DOMINAÇÃO LEGÍTIMA 1) Pág. 128- 1° Paragrafo- Linhas 9 a 12 “Nas relações entre dominantes edominados, por outro lado, a dominação costuma apoiar-se internamente em bases jurídicas, nas quais se funda a sua “legitimidade”, e o abalo dessa crença na legitimidade costuma acarretar consequências de grande alcance.” - A citação afirma a posição de que, a dominação entre dominante e dominado é baseada em certas crenças, mas deve ser consentida para ser legitima, e deve ser legitima para queaconteça, se a crença em que se fixa a dita dominação for abalada acarretará consequências, podendo até haver a sua extinção. 2) Pág. 128- 4.1 Dominação Legal- 1° Paragrafo- Linhas 2 a 4 “qualquer direito pode ser criado e modificado mediante um estatuto sancionado corretamente quanto à forma.” -Essa citação vem para complementar o que tinha sido dito anteriormente pelo autor quando ele diz que dominaçãolegal é regida por um estatuto, esse estatuto pode ser criado, modificado, e no caso da nossa legislação até complementado, desde que seja feito da maneira correta a se seguir para tornar esse estatuto atual quanto a sua aplicação já esta defasada para a sociedade. 3) Pág.129- 4.1 Dominação Legal -2° Paragrafo- Linhas 12 a 14 “Obedece-se não à pessoa em virtude de seu direito próprio, mas a regraestatuída, que estabelece ao mesmo tempo a quem e em que medida se deve obedecer.” -Fica claro que o que se obedece não é a uma pessoa e sim as regras que regem essa relação de dominação, essas regras ditam o que e quem tem que fazer, dita as funções de quem manda e quem obedece tem para com o outro. 4) Pág.130 – 4.1 Dominação Legal- 3° Parágrafo- Linhas 46 a 49 “O fato de o ingresso na associaçãodominante ter- se dado de modo formalmente voluntário nada muda no caráter do domínio, posto que a exoneração e a renuncia são igualmente “livres”, o que normalmente submete os dominados às normas da empresa, devido as condições do mercado de trabalho.” -Nesse tipo de dominação vê- se a liberdade para o “funcionário” para manter- e no cargo e na função em que é instituído ou sair dela, a relaçãode dominação é regida por normas, a liberdade é mostrada mas não totalmente, pois as vezes o subordinado se submete a vontade do patrão (ou órgão à que é submisso) para não ser jogado ao mercado

de trabalho que hoje é um local muito concorrido, e na sociedade atual precisa-se de estabilidade. 5) Pág.131- 4.2 Dominação Tradicional- 1°Parágrafo- Linhas 6 a 10 “Obedece- se à pessoas em virtude desua dignidade própria, santificada pela tradição: por fidelidade. O conteúdo das ordem está fixado pela tradição, cuja violação desconsiderada por parte do senhor poria em perigo a legitimidade do seu próprio domínio, que repousa exclusivamente na santidade delas.” -Afirma-se nessa citação que na dominação tradicional o que conta é o poder da tradição, da hierarquia que pode ser até familiar, não énecessário profundo conhecimento técnico para ser um mandante, é preciso apenas o seguimento da tradição, a tradição patriarcal é um grande exemplo, segue-se a tradição, e quando ela não é seguida pode-se perder a credibilidade que se dá a relação de dominação, ela não será mais aceita. 6) Pág. 132- 4.2 Dominação Tradicional- 5°Parágrafo- Linhas 54 e 55 “o domínio é tratado como um direitocorrente de exercício do senhor.” -O domínio é citado como um direito que já é possuído, ele não é a adquirido, ele já pertence ao senhor, somente pelo poder do seguimento da tradição. 7) Pág. 133- 4.2 Dominação Tradicional- 9°Parágrafo- Linhas 102 a 105 “por um lado preso estritamente à tradição, mas por outro e na medida em que esse vinculo deixa liberdade, conforme pontos de vista juridicamente...
tracking img