Teocentrismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4358 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Teocentrismo

O teocentrismo, do grego theos ("Deus") e kentron ("centro"), é a concepção segundo a qual Deus é o centro do universo, tudo foi criado por ele, por ele é dirigido e não há outra razão além do desejo divino sobre a vontade humana.

I - Introdução ao Estudo da Profecia.

As profecias possuem uma ou todas das seguintes características:
a) chamar o povo de Deus aoarrependimento;
b) alertar para juízos divinos;
c) trazer esperança e consolo ao povo;
d) apontar para a atividade messiânica cumprida em Jesus;

A atividade profética tem, portanto, como principal função convocar o povo de Deus para cumprir a vontade divina, servindo como orientadora da moralidade e justiça divina para o homem.

A palavra hebraica para profeta é “nabi”, cuja raiz aponta parauma origem assíria ou árabe e que significa proferir, anunciar uma mensagem. Nabi é, portanto, a pessoa que tem a missão de anunciar uma mensagem divina no contexto das Escrituras Sagradas. Do mesmo modo na Septuaginta e nos escritos do N.T. a palavra grega “prophetes” indica aquele que expõe em fala sobre certo assunto.[1]

O mecanismo de recebimento da profecia pelo profeta é feito de formadiferente daquele da concepção pagã, onde o profeta encontrava-se numa posição absolutamente passiva. Nas profecias bíblicas, o profeta está numa condição onde podemos ver nos seus escritos as marcas do seu conhecimento cultural e literário, além da contextualização geográfica, histórica, política e social do mesmo, demonstrando um processo ativo.

Vários eram os propósitos das profecias. Jeremiaspor exemplo trazia ao povo de Israel a visão do juízo divino referente à queda de Judá diante do Império Babilônico; Jonas demonstra a preocupação de Deus para com os gentios; Isaías é uma obra profética praticamente messiânica; Daniel é considerado apocalíptico, abordando temas como a manifestação do homem do pecado (o Anticristo), a Grande Tribulação, a parusia ou segunda volta de Jesus Cristo eo Juízo Final. Dentro desses temas proféticos de Daniel, daremos destaque à compreensão das 70 semanas de Daniel.

II - O livro de Daniel.

O livro de Daniel apresenta fatos históricos que vão desde o primeiro exílio babilônico da nação de Israel em 605 a.C., passando pela queda do Império Babilônico em 539 a.C. diante do novo Império Medo-Persa, estendendo-se até o terceiro ano de Ciro (536a.C.). O livro foi escrito entre os anos 536 a.C. e 530 a.C. (ano provável da morte do profeta).[2]

No ano de 605 a.C. quando o Faraó Neco foi derrotado por Nabucodonosor na batalha de Carquemis, passando o reino de Judá do controle assírio-egípcio para o babilônico, Daniel, ainda um adolescente, fora deportado no primeiro exílio babilônico, do qual muito o profeta Jeremias já havia atentado. Apartir daí Daniel começa seu ministério profético.[3]

III - Jeremias e os 70 anos de Exílio.

Para entendermos as 70 semanas de Daniel temos que primeiramente dar uma olhada na profecia de Jeremias sobre os 70 anos de exílio dos judeus. Uma conexão é estabelecida por Daniel no início do capítulo 9:2 - “No primeiro ano do seu reinado, eu, Daniel, entendi pelos livros que o número dos anos, de quefalara o SENHOR ao profeta Jeremias, em que haviam de cumprir-se as desolações de Jerusalém, era de setenta anos”. Os 70 anos de exílio profetizados por Jeremias não são por acaso, possuem um propósito da parte de Deus em relação a sua Lei ditada a Moisés. Deus havia dado o seguinte mandamento que se encontra em Ex 23:10-11 “Também seis anos semearás tua terra, e recolherás os seus frutos; Mas aosétimo a dispensarás e deixarás descansar, para que possam comer os pobres do teu povo, e da sobra comam os animais do campo. Assim farás com a tua vinha e com o teu olival”. Nesse mandamento Deus ordena que a terra ficasse um ano sem ser cultivada a cada período de 7 anos, portanto seriam 6 anos de cultivo e 1 ano de descanso. Esse padrão “6 x 1” já é conhecido, pois é o mesmo adotado para o...
tracking img