Trabalho de direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (832 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RABALHO Primeira Parte
O Filme O Livro de Eli trata de um assunto comum a todos, mesmo passando num futuro distante do que vivemos. Terra devastada e interesses em conflitos por um livro que noprincípio não tem nenhum valor. Num mundo estilo velho oeste Eli descobre algo que possui muito valor (o livro) que tem um conteúdo bem importante. Aliás ele nunca pensou que existia outra pessoa comintenções de ter o livro. O único objetivo de Carnegie era ter em suas mãos o livro, assim o filme baseia em torno do livro e do show de rivalidade entre Eli e Carnegie. A filosofia religiosa entreDeus segue as pistas a serem desvendada do tal livro. Algumas pessoas têm que se sacrificar pelo bem do demais.
A Luta pelo Direito Ihering desenvolve uma nova tese a partir de que os direitos nadamais são do que decorrentes de uma noção de utilidade ou de interesse juridicamente protegido. Ihering considerava sua obra uma tese moral prática destinada principalmente a despertar nos espíritosessa disposição moral que deve constituir a força suprema do Direito, a manifestação corajosa e firme do sentimento jurídico.
Entendemos que a luta pelo direito subjetivo ou concreto se da a partirda violência do mesmo, sendo que o interesse de um sempre se contrapõe ao do outro e que nem sempre o que é justo para um se torna justo para outro, o que também acontece no Filme O Livro de Eli.Quando Carnegie quer só saber de encontrar O LIVRO.
No entanto também existem pessoas que prezam pela mais pela “paz” do que o sacrifício de lutar em busca do seu direito, isso acontece quando Elicoloca sobre tudo até mesmo a morte que esse livro ele levaria para o Oeste onde encontraria a Paz e ali poderia descansar(morte).
Segunda Parte
Irei embasar este dois conteúdos(The Boock of Eli) ea Luta Pelo Direito em cima do Direito Constitucional, que é a nossa Lei das Leis.
Gerações dos direitos Fundamentais:
Até a Idade Média, o Estado podia interferir na vida das pessoas como bem...
tracking img