Trabalho de controle de qualidade - feigenbaum

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2072 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic] |
Universidade do Estado do
Rio de Janeiro
Faculdade de Tecnologia
Engenharia de Produção
UERJ |
[pic] | |

Feigenbaum na História da Qualidade

Alunos: Anderson Araujo de Lima
Gabriela C.G. de Oliveira
Lucia Perez Toledo
Disciplina: Controle de Qualidade
Professor: Carlos Montanheiro

SUMÁRIO

1. Introdução 3
2. Objetivo 4
3. História de vida 44. Cenário da época 4
5. Influências 4
6. Controle da Qualidade Total 5
6.1. Os dezenove passos de Feigenbaum para a melhoria da qualidade 6
6.2. Os Quatro Pecados Mortais da Qualidade segundo Feigenbaum 7
7. Referências Bibliográficas 7

1. Introdução

Inicialmente o conceito de qualidade era associado diretamente com à definição de conformidade às especificações.Posteriormente este conceito evoluiu para a satisfação do cliente, que exige não somente produtos que estejam conforme com as exigências, mas também que atendem outros requisitos como: rapidez de entrega, flexibilidade, condições de pagamento, atendimento pré e pós venda, bom atendimento dentre outros.

Com esta evolução do conceito de qualidade, surgiu nas empresas a necessidade de assegurar estaqualidade, que se tornou fundamental no posicionamento estratégico da empresa perante o Mercado. Pouco tempo depois percebeu-se que o planejamento estratégico da empresa enfatizando a qualidade não era suficiente para seu sucesso.

O conceito de satisfação do cliente foi então estendido para outros setores envolvidos com as atividades da empresa. O termo Qualidade Total representa a busca dasatisfação, não só do cliente, mas de todos os setores significativos na existência da empresa e também da excelência organizacional da empresa. Diversos fatores como cultura, filosofia de vida, tipo de produto ou serviço prestado, necessidades e expectativas influenciam diretamente na definição do que é qualidade. Sendo assim a qualidade é um conceito subjetivo que está relacionado diretamente àspercepções de cada indivíduo.

Existem algumas definições do que é realmente a qualidade. Estas definições são de pessoas, denominadas “Gurus” da qualidade, que nos ajudam a enxergar cada dimensão deste conceito:

• Deming – “a qualidade deve ter como objetivo as necessidades do usuário, presentes e futuras”.

• Juran – “adequação à finalidade ou uso”.

• Crosby –“conformidade com as exigências”.

• Feigenbaum – “o total das características de um produto ou de um serviço referentes a marketing, engenharia, manufatura e manutenção, pelas quais o produto ou serviço, quando em uso, atenderá às expectativas do cliente”.

O conceito de qualidade é multidimensional no ponto de vista dos clientes, ou seja, eles avaliam um produto sobre vários aspectos, e nãosomente um. Em um mesmo produto o cliente pode avaliar a sua dimensão, cor, design, durabilidade, funções que desempenha, dentre outros. Por isso pode-se dizer que a qualidade tem múltiplas dimensões o que dificulta sua definição. De tal forma, que pode ser difícil até para um cliente exprimir o que considera um produto de qualidade. O conceito de Qualidade Total vem evoluindo, começando a partirda Segunda Guerra Mundial.

Este crescimento é contínuo e abrange todos os setores da economia, sendo um fator de sucesso para algumas empresas ou declínio para outras. Então, para se obter a tão almejada qualidade algumas filosofias e metodologias podem ser implantadas, com o objetivo de alcançar níveis de excelência de qualidade que sejam competitivos perante o Mercado atual.

2.Objetivo

Este trabalho tem como objetivo apresentar um dos gurus da qualidade Armand Vallin Feigenbaum em sua totalidade: cenário existente, filosofias e princípios, influências e inovações sugeridas, de um modo abrangente. Serão discutidos o surgimento e evolução do TQC, bem como os conceitos nele envolvidos. Serão apresentados os dezenove (19) passos de Feigenbaum para a melhoria da...
tracking img