Trabalho de bioquimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2026 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Escola Superior de Desporto de Rio Maior
Bioquímica das Atividades Desportivas

Prevenção da osteoporose através do treino da força e suplementação de Cálcio e Vitamina D
Docente: Filomena Calixto









Discentes:
Ana Dias 1CFSD3
Cláudio Correia 1TD1
Gonçalo Côrte-Real 1TD2
João Marmelo 1TD2
Inês Esteves 1CFSD4

Rio Maior, 15 de Janeiro de 2013Índice
Introdução
Definição de Osteoporose
Prevenção da Osteoporose através do treino de força
Prevenção da Osteoporose através da suplementação da Vitamina D
Prevenção da Osteoporose através da suplementação de Cálcio
Conclusão
Bibliografia



Introdução
No âmbito da unidade curricular de Bioquímica das Atividades Desportivas, foi-nos solicitada a escolha e realização de um trabalhode grupo com o tema “Prevenção da Osteoporose através do Treino de força e da suplementação do Cálcio e Vitamina D”.
Este trabalho consiste na recolha de três artigos sobre este tema e trabalha-los, ou seja, relacionar a Osteoporose com a vitamina D, o Cálcio e também o Treino de Força.

Definição de Osteoporose
A osteoporose é uma doença esquelética sistémica, que se caracteriza peladiminuição da massa óssea e por uma alteração da qualidade microestrutural do osso, que levam a uma diminuição da resistência óssea e consequente aumento do risco de fraturas.
A osteoporose é uma doença de elevada prevalência nos países ocidentais, em que Portugal se insere. Existem, no nosso país, mais de meio milhão de pessoas, sobretudo mulheres, com osteoporose.
Pode ser atribuída a trêsfatores:
* Perda óssea acelerada em mulheres na menopausa ou em homens e mulheres em idade avançada;
* Crescimento ósseo deficiente na infância ou adolescência;
* Perda óssea secundária a uma patologia, desordem alimentar ou medicação.
Representam fatores de risco maior para a osteoporose, os seguintes:
* Idade superior a 65 anos;
* Fratura vertebral prévia;
* Fratura defragilidade depois dos 40 anos;
* História de fratura da anca num dos progenitores;
* Terapêutico corticoide sistémico com mais de 3 meses de duração;
* Menopausa precoce (<40 anos);
* Hipogonadismo;
* Hiperparatiroidismo primário;
* Propensão aumentada para quedas.

Representam fatores de risco menor para a osteoporose, os seguintes:
* Artrite reumatóide;* Hipertiroidismo clínico;
* Terapêutica crónica com anti-epilépticos;
* Baixa ingestão de cálcio e vitamina D na dieta;
* Tabagismo;
* Consumo excessivo de cafeína (>2 chávenas por dia);
* Consumo excessivo de bebidas alcoólicas;
* Índice de massa corporal inferior a 19 kg/m2, perda de peso superior a 10% relativamente ao peso do indivíduo aos 25 anos;
*Terapêutica crónica com heparina e imobilização prolongada.

Osteoporose Secundária
Apresenta múltiplas causas:
* Imobilização
* Alterações da Nutrição
* Doenças Endócrinas
* Doenças Hematológicas
* Doenças Gastroenterológicas
* Doenças Neurológicas
* Doenças Respiratórias Crónicas
* Doenças Reumáticas e infiltrativas
* Doenças Hereditárias eiatrogénicas



Fatores de Risco
Genéticos
* Raça branca e asiática
* Sexo Feminino
* Baixo Peso
* Aumento da estatura das populações
* História na família de fraturas em idosos (75%)
Hormonais
* Menopausa precoce
* Irregularidades menstruais
* Ausência de amamentação
* Níveis baixos da hormona de crescimento e vitamina D
* Nuliparidade
*Menarca tardia
Ambientais
* Café, tabaco
* Vida sedentária, imobilização
* Deficiente exposição á luz solar
Nutricionais
* Fraca ingestão de Ca 2+ e vitamina D ao longo da vida
* Ingestão excessiva de cafeína, álcool, proteína, sódio


Medidas de prevenção à Osteoporose
* Restrição de bebidas alcoólicas
* Restrição de café e de tabaco
* Consumo...
tracking img