Trabalho de antropologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2237 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTAdo ead
serviço social

fabiana mendes machado

o relativismo cultural

Presidente Dutra
2010

fabiana mendes machado

o relativismo cultural

Trabalho apresentado ao Curso serviço social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina antropologia

Prof. Giane Albiazzetti

Presidente Dutra
2010

INTRODUÇÃO

O RelativismoCultural é a teoria pela qual se determina o que é certo ou errado socialmente ao analisar cada sociedade em particular, considerando sempre a sua cultura. De acordo com o Relativismo Cultural o que é aceito pela maioria está certo, senão for considerada boa em outra cultura essa outra cultura também esta correta.
Assim o Relativismo Cultural nos ensina a respeitar as outras culturas, jamais julgar oque é praticado dentro de outra sociedade pois se a maioria dos cidadãos que pertencem a essa sociedade aceitam alguma prática, então essa prática está certa seja ela qual for.
Alguns relativistas atribuem essa prática a antropologia – que é a ciência que tem como objetivo estudar o homem – o homem é um ser social, vive em grupos, durante muito tempo nós seres humanos fomos nômades, más com opassar do tempo surgiu a necessidade de fixar território, surgindo assim as primeiras civilizações que vieram a se desenvolver cada vez mais: a necessidade de moradia, comida, trabalho ( a agricultura), e proteção, fizeram com que o mundo chegasse a esse patamar que se encontra atualmente – estamos divididos em cinco continentes, em vários países diferentes e em muitos estados e municípios , edentro de cada uma dessas divisões são inevitáveis encontrar as diferenças culturais.
E algumas dessas diferenças são impressionantes, enquanto a mulheres de um determinado país não podem nem mostrar o rosto que são castigadas severamente, em vários outros não é raro vê - las usando biquinis, e algumas delas até fotografam nuas para revistas masculinas e a sua sociedade não a condena de forma algumapelo que fazem.
Então se fôssemos parar e pensar qual dessas culturas estaria agindo de maneira correta, poderíamos dizer que as duas culturas está com a razão? Seguindo a teoria relativista sim, más essas duas ideias jamais poderiam estar de acordo uma com a outra pois elas são bastante contrárias, a partir do momento que uma pessoa reconhece que o jeito certo de fazer as coisas é da maneira queas pessoas fazem em determinado país ela deixará de fazer da forma errada e vai aderir a maneira daquele país.
Não podemos ficar em cima do muro acreditando que tudo está certo na nossa sociedade e nas outras também, cultura cada sociedade tem a sua , devemos respeitar a maneira de pensar dos outros sim, agora jamais considerar todas essas culturas como corretas, pois aquilo que é bom para osoutros países pode não ser bom para o Brasil, o que pode ser legal para a maioria dos brasileiros pode não ser bom para você, prova disso é que a maioria dos brasileiros adoram o samba, existe até uma música que diz que “quem não gosta de samba bom sujeito não é.” Más você pode e tem todo o direito de não gostar do samba e viver dignamente sem ser chamado de sujeito mal – caráter ou qualquer outronome preconceituoso que vierem a lhe chamar pelo fato de você não gostar de samba, portanto essa teoria do Relativismo Cultural não pode ser considerada como um método importante para se conhecer uma cultura, toda sociedade tem seus erros e defeitos que são passados culturalmente de geração em geração. Temos que respeitar todas as culturas, porém não somos obrigados de forma alguma a concordar comelas.
O RELATIVISMO CULTURAL

Acreditar que tudo o que predomina numa sociedade está certo, significa acomodar – se diante de toda a situação imposta pela maioria, e isso impede que a sociedade se mude, que concerte os seus erros e que evolua para melhor, pois só os incomodados se mudam e vão a luta pelos seus direitos.
Se todos acreditassem no Relativismo Cultural, não teria acontecido a...
tracking img