Thomas hobbes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6752 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS
ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS SOCIAIS – ESO
CURSO DE ADMINISTRAÇÃO









Manaus
2012

LUAN DA SILVA GARCIA
HUMBERTO SILVA
RAPHAEL SÁ BRASIL
ELIOMAR FROZ
NEIL ARMOSTRONG
RODRIGO SILVA DO NASCIMENTO




THOMAS HOBBES



Trabalho apresentado à disciplina de ciência política, como requisito avaliativo paracomposição de nota da AP2 do curso de graduação em Administração da Universidade do Estado do Amazonas.

Orientadora: Gimima Betariz Melo da Silva

Manaus
2012

BIOGRAFIA

Thomas Hobbes nasceu em Malmsbury, Inglaterra, em 5 de abril 1588. Como ele mesmo alegou em sua autobiografia, "ao nascer sua mãe teria dado a luz agêmeos: Hobbes e o medo", já que a mãe de Hobbes havia entrado em trabalho de parto prematuro com medo da Armada Espanhola (a “Armada Invencível”), que estava prestes a atacar a Inglaterra, foi uma época em que a Inglaterra era dominada pelo Tudors (Henrique VII fundou a dinastia Tudor e seu reinado foi de 1485 a 1509). Embora o tema do medo e do seu poder avassalador fossem aparecer mais tardeem suas obras, os primeiros anos de vida de Hobbes foram em grande parte livres da ansiedade.
Seu pai era o vigário (Padre responsável; pároco, Sacerdote encarregado de uma paróquia), de Charlton e Westport, cidades próximas de Malmesbury, mas uma disputa com outro vigário o levou a se mudar para Londres. Como resultado, aos sete anos de idade, Thomas Hobbes, ficou sob a tutela de seu tioFrancisco. Hobbes fez seus primeiros estudos em Malmesbury e mais tarde em Westport, onde exibiu seus dotes intelectuais em estudos clássicos. Aos quatorze anos, em 1603, seu tio Francisco financiou os seus estudos, entrando na Magdalen Hall, Oxford, onde predominava o ensino da escolástica de inspiração aristotélica (Ensino filosófico próprio da Idade Média ocidental, fundamentado na tradiçãoaristotélica e inseparável da teologia, cujo ponto máximo de elaboração foi o tomismo, entende-se todo o sistema filosófico-teológico de São Tomás de Aquino).
Mas Hobbes não admirava a filosofia de Aristóteles, foi mais influenciado pelas ideias do mecanicismo do universo (A concepção do mundo como sistema de corpos em movimento, como uma grande máquina), e pelo cartesianismo (Movimento filosófico cujaorigem é o pensamento do francês René Descartes (1596-1650), é um sistema de raciocínio que se baseia na dúvida metódica), comum entre os intelectuais da época. Em 1610 ele empreendeu uma viagem à Europa, acompanhando William Cavendish, indo para França, Itália e Alemanha. Pode observar em primeira mão a pouca apreciação da escolástica na época - que já estava em claro declínio. As muitas tentativasde abrir portas para desenvolvimento de outros conhecimentos fez com que ele decidisse retornar à Inglaterra para aprofundar o estudo dos clássicos.
Nesse período, já de volta à Inglaterra, suas relações com Francis Bacon, irão reforçar a linha de seu próprio pensamento, bem fora do aristotelismo e da escolástica. Em 1631 a família de nobres ingleses Cavendish novamente pede seus serviços comoguardião do terceiro Duque de Devonshire, e Hobbes irá ocupar este cargo até 1642. Durante este período, faz outra viagem ao continente, lá permanecendo de 1634 a 1637. Na França, entra em contato com o círculo intelectual do Padre Mersenne, mentor de Descartes - com quem estabeleceu uma forte amizade. Em geral, Hobbes era a favor da explicação mecanicista do universo (que predominava na época), emoposição à teleológica (sentido de que todas as formas existentes tendem a uma finalidade) defendida por Aristóteles e a escolástica.
Em 1640, quando a possibilidade de uma guerra civil na Inglaterra já era clara, Hobbes, temendo por sua vida por ser um conhecido defensor da monarquia (Hobbes defendia que a igreja cristã deveria ser administrada pelo monarca, que também poderia fazer a livre...
tracking img