Plantas daninhas cultura da soja

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2723 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CESUMAR- Centro Universitário de Maringá


CURSO DE AGRONOMIA

















CULTURA DA SOJA – PLANTAS DANINHAS























MARINGÁ
2010












CULTURA DA SOJA – PLANTAS DANINHAS







Projeto de pesquisa apresentado ao Centro Universitário de Maringá, como requisito parcial àobtenção da nota do 1º bimestre da disciplina de Metodologia de Pesquisa, do Curso de Agronomia.


Orientador:
Prof. Ms Carlos Jaelso Albanese Chaves.












MARINGÁ
2010
SUMÁRIO


1 INTRODUÇÃO 4
2 INOCULANTE 5
3 FERRUGEM ASIATICA 6
4 CALAGEM E ADUBAÇÃO 7
4.1 ADUBAÇÃO 7
5 PLANTAS DANINHAS 8
6 PRAGAS 9REFERÊNCIAS 10

INTRODUÇÃO

Esse trabalho foi realizado usando de artigos científicos no período de pesquisa do dia 19 de março ao dia 09 de abril do ano de 2010, com intuito de fazer revisões teóricas de trabalhos já publicados, procurando confrontar ou complementar manejo da cultura da soja.
Pode ser visto forma de prevenção, e formas para melhorar a produção e reduzircustos. Como o uso de inoculante, forma de prevenção da ferrugem asiática, o manejo e prevenção de plantas invasoras que afetam a cultura, maneiras de adubação e por fim os cuidados com defensivos sobre pragas que atacam a cultura podendo danificar muito a planta e fazendo com que a produção caia muito e levando ao produtor a ter prejuízo muito grande.
A soja é cultivada em quase todas asregiões do planeta. A sua ampla diversidade em exigências climáticas, através de seus diferentes e numerosos cultivares, o Brasil ocupa a posição de segundo maior produtor, consumidor e exportador de soja, sendo a área plantada por ano em torno de 12 milhões de hectares.
Segundo Pitelli (1985), os fatores que podem afetar o grau de interferência da comunidade infestante sobre uma culturadependem de fatores ligados às plantas daninhas (espécies, densidade e distribuição) e à própria cultura, de maneira geral, pode-se dizer que, quanto maior for o período de convivência da cultura com a comunidade infestante, maior será o grau de interferência no desenvolvimento de ambas.





2 Problema de Pesquisa ou Hipótese


A soja, existem vários estudos baseados em médias mundiais,situam as plantas daninhas como as maiores responsáveis pela queda de produção da soja, em comparação com ataques de pragas e de patógenos, as médias das perdas mundiais de produção de grãos de soja, por ano, devido à ocorrência de plantas daninhas são de 13%, enquanto aquelas decorrentes do ataque de pragas e doenças são de 5 e 11%.
A soja está sujeita a uma série de fatores que podem influenciaro seu desenvolvimento e a produção. As plantas daninhas acarretam perdas na produtividade devido, principalmente, à competição por luz, nutrientes e água, além de dificultarem a colheita.

As determinações dos períodos de convivência tolerados por uma cultura com as plantas daninhas são obtidas estudando-se os períodos críticos de interferência


3 Objetivo Geral


Essa pesquisa objetivouestudar os efeitos dos períodos de controle e de convivência de uma comunidade infestante sobre a produção da soja, por meio da determinação do período fazendo o controle de capinas manuais rior à interferência, período total de prevenção da interferência e período crítico de prevenção à interferência (PCPI), nos sistemas de semeadura direta (SSD) e convencional (SSC).
Cultura do soja


1NOCULANTE

Vieira (2008), quando for fazer plantio pela primeira vez em área de soja, usando aplicação de inoculante sólido associado com fungicida e micro nutrientes junto a semente possibilita maior nodulação, já com vários anos de plantio recomenda-se o uso de inoculante liquido no sulco de semeadura, já contradizendo vem Campos (2006), diz que não houve respostas a reinoculação na...
tracking img