The global cold war

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1084 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
THE GLOBAL COLD WAR

Third World Interventions and the Making of Our Times



8. The Islamist defiance: Iran and Afghanistan

The Iran revolution and the Cold War

O Irã, governado por Shah Mohammed Reza, tinha pretensões de iniciar seu processo de modernização (White Revolution). Mediante o continuo fornecimento de petróleo Iraniano em troca de assistência com armas e treinamento, osEstados Unidos da América cooperaram. O programa de reforma do Irã teve como inspiração os EUA. Para o governo estadunidense, tal parceria e inspiração era positiva, uma vez que o governo americano almejava ter uma posição mais forte na região. Dessa forma o “Irã era um aliado chave, um desses regimes – como o do Brasil, África do Sul e Indonésia – que Nixon via como um instrumento de prevenção daexpansão comunista do Terceiro Mundo”.

O programa de transformação não se limitava ao plano econômico – com a construção de uma indústria pesada, abertura para investimentos externos, indústrias de exportação – mas também destinou-se ao plano social – o shah também aspirava uma transformação social com uma reforma agrária, educacional, emancipação da mulher, etc. Por ser uma programa detransformações drásticas, o clero islâmico se opôs. Os Estados Unidos, enquanto isso, defendiam tal processo de modernização, que estabeleceria a justiça social e oportunidades iguais ao povo.

Um membro ayatollah destacou-se entre aqueles que se opunham. Khomeini foi considerado um importante opositor, pois concluiu que era necessário o estabelecimento de leis advindas exclusivamente de GoidAlmighty, ou seja, era necessário que se estabelecesse uma República Islâmica.

Por volta de 1976 era claro que a White Revolution estava enfrentando crise. A expansão foi maior do que o país poderia enfrentar – inflação, corrupção, especulação (detalhes da crise na pág. 292, último parágrafo). “The result of the new policies was that the shah’s state, and the revolution he represented, maximized thenumber of its enemies”. Irã tenta enfrentar recessão. Nesse meio tempo, tumultos surgem em várias cidades. Opositores chamam o shah de traidor e querem que Khomeini volte do exílio. O Estado estava claramente perdendo o controle sob a população.

Diante de tal problema, os Estados Unidos – governado por Jimmy Carter – não sabiam o que fazer. Queriam influenciar os países do Terceiro Mundo efrear a expansão do comunismo e para eles a maneira mais eficaz de fazê-lo era expandir os ideais americanos. Neste específico caso do Irã, eles não possuem outra alternativa a não ser apoiar o shah.

Em 1978 Khomeini passou a dar instruções para os iranianos enquanto estava exilado em Paris. Democracia, independência e liberdade eram palavras constantes em seus discursos. Khomeini incentiva apopulação a voltar para o verdadeiro caminho do islã. Em dezembro do mesmo ano o governo do shah entra em colapso. A Revolução Iraniana foi marcada por inúmeros protestos simbólicos e pela oposição dos discursos de teor islâmico e de teor expansionista.

A Revolução Iraniana condenou o projeto de modernização do ocidente. Ainda assim, achavam que a tecnologia deveria ser utilizada sem que asmentes fossem poluídas. A Revolução significou uma exceção histórica na guerra fria. O Irã não mais queria se colocar em um dos lados (foi contra posições imperialistas) e, por isso, foi visto como uma terceira opção e um segundo inimigo para os EUA. Com a ascensão islâmica ao poder, tanto os EUA quanto a URSS tinham pretensões de aliar-se ao país.

“Iran is now taking anti-imperialist positions.Imperialism tries to regain its influence in the region. We are trying to counter these efforts. We are patiently working with the current Iranian leadership and moving them to develop cooperation on an equal and mutually beneficial basis”.

De forma geral, por ter uma raíz anti-comunista muito forte, muitos dos tomadores de decisão acreditaram que uma hora ou outra o Irã iria acabar...
tracking img