Tga i

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2191 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO

É o campo do conhecimento humano que se ocupa do estudo da administração em geral, das organizações lucrativas ou não-lucrativas.



INFLUÊNCIA DOS FILÓSOFOS


Filósofo grego Sócrates (470 a.C. – 399 a.C.) – Administração como uma habilidade pessoal separada do conhecimento técnico e da experiência.

Platão (429 a.C. – 347 a.C.) – Filósofo grego, formademocrática de governo e de administração dos negócios públicos.

Aristóteles (384 a.C. – 322 a.C.) – Outro filósofo grego. Foi o criador da Lógica. Estudou a organização do Estado e distinguiu três formas de Administração pública, a saber:

1. Monarquia ou governo de um só (que pode redundar em tirania).
2. Aristocracia ou governo de uma elite (que pode descambar em oligarquia).
3.Democracia ou governo do povo (que pode degenerar em anarquia).

Francis Bacon (1561 – 1626) – Filósofo e estadista inglês, fundador da Lógica Moderna baseada no método experimental e indutivo. Administração como “princípio da prevalência do principal sobre o acessório”.

René Descartes (1596 – 1650) – Um filósofo, matemático e físico francês, fundador da Filosofia Moderna. Na filosofia,celebrizou-se pelo livro O Discurso do Método, onde descreve os principais preceitos do seu método filosófico, hoje denominado “método cartesiano”, cujos princípios são:

1. Princípio da Dúvida Sistemática ou da Evidência:

Consiste em não aceitar como verdadeira coisa alguma, enquanto não se souber com evidência – ou seja, clara e distintamente – aquilo que é realmente verdadeiro. Comesta dúvida sistemática evita-se a prevenção e a precipitação, aceitando-se apenas como certo aquilo que seja evidentemente certo.

2. Princípio da Análise da Decomposição:

Consiste em dividir e decompor cada dificuldade ou problema em tantas partes quantas sejam possível e necessário à sua melhor adequação e solução, e resolvê-las cada uma separadamente.





3. Princípio daSíntese ou da Composição:

Consiste em conduzir ordenadamente os nossos pensamentos e o nosso raciocínio, começando pelos objetivos e assuntos mais fáceis e simples de se conhecer, para caminharmos gradualmente aos mais difíceis.


4. Princípio da Enumeração ou da Verificação:

Consiste em fazer, em tudo, recontagens, verificações e revisões tão gerais que se fique seguro denada haver omitido ou deixado de lado.



INFLUÊNCIA DA ORGANIZAÇÃO MILITAR


- A organização linear
- A Escala Hierárquica
- À centralização do comando e a descentralização da execução
- Princípio de direção.


INFLUÊNCIA DA IGREJA CATÓLICA


Organização hierárquica tão simples e eficiente que a sua enorme organização mundial pode operar satisfatoriamente sob o comando de uma sócabeça executiva: o Papa, cuja autoridade coordenadora lhe foi delegada de forma imediata por uma autoridade divina superior.


ADMINISTRAÇÃO ATUAL


Interpretar os objetivos propostos pela Organização e transformá-los em ação organizacional da maneira mais adequada á situação.



BUROCRACIA


É uma forma de organização humana e que se baseia na racionalidade, isto é, na adequação dosmeios aos fins pretendidos, a fim de garantir a máxima eficiência possível no alcance desses objetivos.


FUNÇÕES DO ADMINISTRADOR


- Planejamento
- Organização
- Direção
- Controle



HABILIDADES DO ADMINISTRADOR


1. TÉCNICA

Consiste em utilizar conhecimentos, métodos, técnicas e equipamentos necessários para a realização de sus tarefas específicas, através de suainstrução, experiência e educação.


2. HUMANA


Consiste na capacidade e discernimento para trabalhar com pessoas, compreender suas atitudes e motivações e aplicar uma liderança eficaz.


3. CONCEITUAL


Consiste na habilidade para compreender as complexidades da Organização global e o ajustamento do comportamento da pessoa dentro da organização. Esta habilidade...
tracking img