Teste2.pdf

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2454 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de janeiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Texto elaborado para o DEB

Auto-avaliação regulada: porquê, o quê e como?
Leonor Santos Universidade de Lisboa

Ao longo dos tempos, o significado atribuído à avaliação tem sido diverso. De uma forte associação a uma ideia de medida, vista como um acto técnico remetido para os peritos, este entendimento tem progressivamente vindo a deslocar-se para o de avaliação como um acto decomunicação, de interacção entre pessoas e objectos de avaliação, que ocorre num dado contexto social e é por ele determinado (Leal, 1992). Como afirma Hadgi (1997), “o avaliador não é um instrumento de medida, mas o actor de uma comunicação social” (p. 31). Também as funções da avaliação têm vindo a ampliar-se. Dirigida sobretudo a uma função social, através da hierarquização, selecção e certificação doaluno, veio juntar-se uma função pedagógica, que encara a avaliação como um elemento essencial no processo de ensino e de aprendizagem. “A avaliação é um elemento integrante e regulador da prática educativa” (Despacho Normativo, nº 30/2001, ponto 2.). É nesta perspectiva de avaliação como acto de regulação das aprendizagens, em particular, que nos iremos centrar. Entendemos por regulação daaprendizagem todo o acto intencional que, agindo sobre os mecanismos de aprendizagem, contribua directamente para a progressão e/ou redireccionamento dessa aprendizagem. Ao falarmos numa acção sobre os mecanismos de aprendizagem, estamos a considerar o papel central do sujeito, daquele que aprende. Assim, todo e qualquer acto de regulação tem necessariamente que passar por um papel activo do aluno. Estamosaqui a assumir as teorias cognitivas da aprendizagem que apontam que esta actividade implica inevitavelmente a acção do próprio. Nenhuma intervenção externa age se não for percebida, interpretada e assimilada pelo próprio. Não perdendo de vista este princípio, é de assinalar que a regulação das aprendizagens poderá advir de uma multiplicidade de processos, dos quais identificamos: a avaliaçãoformativa; a co-avaliação entre pares; e a auto-avaliação. A avaliação formativa é um processo de regulação externa ao aluno dado ser da responsabilidade do professor. Pode ocorrer em momentos diferentes, como seja, no início de uma tarefa ou de uma situação didáctica – regulação proactiva –, ao longo de todo o processo de aprendizagem – regulação interactiva – ou após uma sequência de aprendizagensmais ou menos longa – regulação retroactiva (Allal, 1986). Embora, em nosso entender, os três tipos de regulação possam ser adequados e pertinentes de acordo com o contexto real de ensino, consideramos que uma intervenção por parte do professor que acompanhe o próprio processo de aprendizagem, como a regulação interactiva, é potencialmente mais promissora porque é uma regulação atempada e se podetornar mais significativa para o aluno. A regulação interactiva operacionaliza-se, no geral, através de uma observação e intervenção em tempo real e em situação. É um acto avaliativo que tem por intenção intervir sobre a própria aprendizagem. Embora seja reconhecida como essencial, Perrenoud (1999) designa-a de “regulação por falta”. Esta designação não tem qualquer significado negativo oudesvalorativo do papel do professor, mas antes pretende enfatizar que devemos caminhar para a situação em que o aluno tenha de tal modo desenvolvido a sua auto-avaliação que a intervenção do professor não é mais necessária. A regulação externa desenvolvida pelo professor deve apenas acontecer quando as outras vias não funcionam. É um recurso de última instância, “não é mais do que uma via de recursoalternativa, quando os mecanismos de auto-regulação do aluno estão gripados” (Nunziati, 1990, p. 59). Para além disso, destaca ainda a dificuldade de desenvolver de uma forma continuada e sistemática
Leonor Santos 1

Texto elaborado para o DEB

esta tarefa do professor, quando combinada com tantas outras a que tem de responder ao longo do trabalho a realizar na sala de aula. A co-avaliação...
tracking img