Tese - moradores de rua

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 183 (45609 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA E ANTROPOLOGIA MESTRADO EM SOCIOLOGIA

OS MORADORES DE RUA E SUAS
TRAJETÓRIAS

Um estudo sobre os territórios existenciais da População de Rua de Belo Horizonte

Mariana Vilas Bôas Mendes

Belo Horizonte, 2007

Mariana Vilas Bôas Mendes

OS MORADORES DE RUA E SUAS
TRAJETÓRIASUm estudo sobre os territórios existenciais da População de Rua de Belo Horizonte

Dissertação apresentada ao Curso de Mestrado em Sociologia do Departamento de Sociologia e Antropologia da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG, como requisito parcial para obtenção do título de mestre. Área de Concentração: Sociologia da Cultura Orientador: Doutor Eduardo Viana Vargas UniversidadeFederal de Minas Gerais

Belo Horizonte Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG 2007

538m

MENDES, Mariana Vilas Boas. Os moradores de rua e suas trajetórias. Mariana Vilas Boas. BH, 2007 130p.

Originalmente apresentada como dissertação da autora (Mestrado)-UFMG

I.Moradores de rua. 1.Título

CDU 316 –058.51

Dedico esta dissertação aos moradores de rua de Belo Horizontee, especialmente, ao Marrom, ao Tubarão, ao Cachorrão, ao Fan, à Maria, à Magda, ao Carlinhos, à Marília, ao Sidney, à Tica, ao Renato, ao Josmar, ao Josías, ao Antônio de Pádua, ao Marquinho, ao Toninho. In memorian: ao Max, ao Maurício, ao Joel, ao Sr. José e à pequena Jéssica.

AGRADECIMENTOS
Aos meus pais, por tudo, À Nat, que leu, releu e me aturou... Ao Léo, meu companheiro de estradas,caminhos, carregador de mapas e GPS, Ao Eduardo Vargas, meu orientador nômade, Ao professor Jorge Alexandre, pela enorme paciência, À CAPES por me ter concedido a bolsa que viabilizou esta pesquisa, Ao Jadir de Assis, cujo apoio e amizade foram fundamentais para a realização desta pesquisa e que me acompanhou nas malocas, me ofereceu espaço para a realização das entrevistas, me contou histórias eme apontou caminhos, À Vanessa, ao Mateus, ao Gustavo, à Cecília, ao Guilherme e ao João, companheiros do Centro de Referência da População de Rua, Ao cyberangel Antônio Marcos Pereira, que, além de tudo, ainda elaborou o abstract desta dissertação, à Maggy, que me presenteou com a ficha catalográfica e ao Bráulio, que me presenteou com um croqui, Aos meus amigos que compartilharam minhasangústias e minha ansiedade, por sua paciência, por sua atenção e por suas idéias, Às professoras Magda Neves e Ana Lúcia Modesto por terem aceito examinar esta dissertação.

“Mas esta forma elevada do suicídio egoísta não é a única que ele apresenta; há outra mais comum. O indivíduo em lugar de meditar tristemente sobre o seu estado toma alegremente partido deste. Tem consciência do seu egoísmo e dasconseqüências lógicas que ele implica; mas aceita-as antecipadamente e decide-se a viver do mesmo modo que a criança ou do que o animal com a única diferença de que tem a noção daquilo que faz. Impõe-se, portanto, o único objectivo de satisfazer as necessidades pessoais, chegando ao ponto de as simplificar para assegurar a satisfação delas. Tendo noção de que não pode esperar outra coisa, não pedemais nada, e está disposto, se não conseguir atingir este único objectivo, a acabar com a existência que deixou de ter qualquer sentido. É o suicídio epicurista. Com efeito, Epicuro não obrigava seus discípulos a apressarem a morte mas, pelo contrário, aconselhava-os a viverem enquanto tivessem interesse pela vida. Simplesmente, como sabia perfeitamente que, se não se tem outro objectivo,corre-se o risco de já não vir a ter nenhum, e que o prazer sensível é um vínculo muito frágil para ligar o homem à vida, exortando-os a estarem sempre prontos para se separarem dela quando as circunstâncias o impusessem. (...). Não está surpreendido do fim a que chegou (...). Tal é, nomeadamente, o caso desses boêmios que, chegado o momento inevitável em que não podem continuar a sua existência...
tracking img