Terceira idade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (255 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
2 PSICOLOGIA E A RELIGIÃO NA TERCEIRA IDADE

O homem moderno sente, cada vez mais, falta de apoio nas confissões religiosas tradicionais. Reina atualmente umagrande incerteza no tocante a assuntos religiosos. A nova perspectiva desenvolvida por Jung (1978, p. 3) permite-o suma compreensão mais profunda dos valores tradicionais econfere um novo sentido às formas cristalizadas e esclerosadas.

As confissões de fé são formas codificadas e dogmatizadas de experiências religiosas originárias.Os conteúdos da experiência foram sacralizados e, via de regra, enrijeceram dentro de uma construção mental inflexível e, freqüentemente, complexa. O exercício e arepetição da experiência original, segundo Jung (1978, p. 5) transformaram-se emérito e em instituição imutável, isto não significa necessariamente que se trata de umapetrificação sem vida, pelo contrário, ela pode representar uma forma de experiência religiosa para inúmeras pessoas, durante séculos, sem que haja necessidade demodificá-la.


CONCLUSÃO
Deve manter uma postura de encerramento de idéias sobe o trabalho desenvolvido.
Exemplo abaixo:
4 CONCLUSÃO

E o ser humano está sempre à procurade algo, em busca de alguém para amar, de um emprego, de uma profissão, de coisas para fazer, algo que torne suas vidas significativas, plenas e completas. Não nascemoscom um elemento único nos genes que nos determinam a nos tornarem seres humanos completos, precisamos de outros elementos que mesclam com nossa vida biológica.Elementos estes que construímos ao longo da vida. A vida é um grande exercício de busca de sentidos. Do nascimento até a morte, vivemos um contínuo de transformações.
tracking img