Teratologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 64 (15840 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ
Escola Nacional de Saúde Pública

Mestrado em Saúde Pública Sub-área de Epidemiologia

PERFIL DAS MALFORMAÇÕES CONGÊNITAS EM UMA AMOSTRA DE NASCIMENTOS NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO 1999 – 2001

por Cláudia Maria da Silva Costa Orientadoras: Prof. Dra. Silvana Granado N. da Gama Prof. Dra. Maria do Carmo Leal

Rio de Janeiro, fevereiro de 2005

PERFILDAS MALFORMAÇÕES CONGÊNITAS EM UMA AMOSTRA DE NASCIMENTOS NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO, 1999 – 2001

Apresentada por

Cláudia Maria da Silva Costa

Dissertação submetida à Coordenação do Curso de Pós-graduação em Saúde Pública, área de concentração em Epidemiologia Geral da Escola Nacional de Saúde Pública como requisito para obtenção do título de Mestre em Ciências na área de Saúde Pública.Orientadoras: Prof. Dra. Silvana Granado N. da Gama Prof. Dra. Maria do Carmo Leal

Rio de Janeiro, 24 de fevereiro de 2005.

Costa, Cláudia Maria da Silva

Perfil das malformações congênitas numa amostra de nascimentos no Município do Rio de Janeiro, 1999-2001. viii, 51 p. Orientadoras: Silvana Granado Nogueira da Gama Maria do Carmo Leal Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) – Escola Nacional deSaúde Pública, FIOCRUZ. 1- Malformações congênitas 2- Mortalidade perinatal 3- Fatores de risco

À minha querida família: Agnaldo, aos meus filhos Guilherme, Rodrigo e a minha mãe Edméa; pela compreensão e aceitação do tempo despendido na realização desta dissertação.

i

Agradecimentos À minha orientadora Silvana pela competência com a qual me orientou nesta dissertação e pelos momentosagradáveis durante todo este caminho. À Duca cujo conhecimento na área da epidemiologia foram relevantes para a conclusão deste estudo. À professora Rosalina pelos ensinamentos nas aulas de epidemiologia e pela sugestão sobre o tema abordado nesta dissertação que abriu para mim um novo campo de atuação dentro da área da saúde da criança. À Dra Tizuko Shiraiwa, pelo apoio incondicional na minha trajetóriadentro da saúde pública. Aos colegas e amigos do PAISMCA/SES-RJ e da Secretaria Municipal de Saúde de Duque de Caxias pelo apoio e incentivo recebido durante o mestrado. Enfim, a todos os amigos que colaboraram de alguma forma para a conclusão desta dissertação.

ii

“A criança e o adolescente têm o direito à vida e à saúde, mediante a efetivação de políticas sociais públicas que permitam onascimento e o desenvolvimento sadio e harmonioso, em condições dignas de existência”. (Estatuto da Criança e do Adolescente – Lei 8.069/90) iii

RESUMO As malformações congênitas são defeitos estruturais, presentes ao nascimento, de causa genética e/ou ambiental. Estão associadas à elevada morbi-mortalidade infantil e representaram 15% dos óbitos no primeiro ano de vida no Município do Rio deJaneiro (MRJ), para o ano de 2000, sendo também a segunda causa da taxa de mortalidade infantil. Este trabalho tem como objetivo estimar a prevalência ao nascimento das malformações congênitas maiores e menores e avaliar sua correlação com os fatores associados numa amostra de nascimento do MRJ. Trata-se de um trabalho descritivo, seccional, a partir de uma amostra de 9.386 puérperas, hospitalizadas emmaternidades do Município do Rio de Janeiro, no momento do parto. Os dados foram coletados através de entrevistas com as mães, no pós-parto imediato, assim como dos prontuários das mães e dos recém-nascidos. A prevalência ao nascimento de malformação congênita foi de 1,7% e as malformações menores foram as mais freqüentes. Os defeitos de fechamento do tubo neural (espinha bífida, anencefalia eencefalocele) foram as principais anomalias maiores detectadas. A partir da análise multivariada, os fatores de risco associados às anomalias congênitas foram: receber assistência para o parto em maternidade pública ou conveniada com o SUS, ter tido menos que 4 consultas no pré-natal e ser portadora de diabetes mellitus. Por outro lado já ter um filho anterior apareceu como fator de proteção para...
tracking img