Teorias motivacionais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2393 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

1. Introdução --------------------------------------------------------------------- 03
2. Motivação------------------------------------------------------------------------04
2.1. Tipos de Motivação----------------------------------------------------------05
2.1.1.Motivaçao Intrínseca-------------------------------------------------------05
2.1.2. MotivaçãoExtrínseca-----------------------------------------------------05
3.Ciclo da Motivação-------------------------------------------------------------05
4. Teorias Motivacionais --------------------------------------------------------06
5. Frederick Herzberg-------------------------------------------------------------07
5.1. A Teoria dos Dois Fatores de Frederick Herzberg----------------------07
5.1.1. FatoresHigiénicos---------------------------------------------------------08
5.1.2.Fatores Motivacionais-----------------------------------------------------08;09
5.2. Teoria dos Dois Fatores e a Teoria das Necessidades de Maslow----10;11
6. Criticas Feitas a Teoria dos Dois Fatores-----------------------------------12
7. Considerações Finais----------------------------------------------------------138.Biografia-------------------------------------------------------------------------14































1.Introduçao


Mesmo sabendo que o estudo da motivação humana tem raízes na Antiguidade,
dentro da administração, ele surge a partir da Escola de Relações Humanas, que foi a
primeira a enfatizar a satisfação do funcionário, a se ocupar com suasquestões afetivas e pessoais, estudando e analisando de maneira sistemática os aspetos humanos dentro da organização.

Nas teorias clássica e científica, o enfoque motivacional era baseado na remuneração do funcionário, porém, foi observado no decorrer do processo, uma maior preocupação por parte de empregado em manter seu emprego do que na própria remuneração.

Isso demonstra que o especto econômicoé somente um dos fatores motivacionais,
existindo, no entanto, “n” outros fatores que também tem sua relevância.

Encontramos então alguns estudiosos e suas teorias, a fim de descrever suas conclusões sobre as razões pelas quais as pessoas se comportam de certo modo.

Mas no decorrer do nosso trabalho falaremos principalmente da teoria dos dois fatores de Frederich Herzberg que é o nossofoco.


























2. Motivação



A conceção mais antiga e mais partilhada pelo senso comum é a de que o ser humano é um ser racional. As opções, as decisões e a sua ação seriam orientadas pelo pensamento. Descartes considera que é a razão a vontade que controla as inclinações animais e nos torna humanos.
É a partir da teoria evolucionista de Darwin quese começam a desenvolver conceções científicas sobre a Motivação. Darwin defendia que um conjunto de comportamentos humanos e animais era inato. Para além dos reflexos, as espécies estavam dotadas geneticamente de padrões fixos de comportamento, os instintos, que asseguravam a adaptação e a sobrevivência dos organismos: a fuga face a uma situação de perigo, fome, a reprodução, mas também ogregarismo, a curiosidade.
Robert Woodworth, em 1918 defendia que o comportamento era dirigido por impulsos que partem do sujeito do, organismo. Apresentou o conceito de impulso que passou a desligar a energia que impele para a ação. A teoria do impulso vai encontrar fundamentalmente em investigadores laboratoriais onde são definidas a condições de ocorrência, procurando inclusive, avaliar e medir amotivação.
O estudo da motivação é central em psicologia. A motivação é um dos fatores mais influentes nas atitudes e no comportamento, estando intimamente relacionada com vários processos psicológicos como aprendizagem, pensamento, memoria, esquecimento, perceção, emoções, personalidade.

Podemos então definir Motivação com desejo de exercer altos níveis de esforço em direção a determinados...
tracking img