Teorias motivacionais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2569 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Para compreender os motivos que levam uma pessoa a se empenhar mais em suas atividades, principalmente quando não são remuneradas, se fez necessário o estudo de inúmeras Teorias Motivacionais, que intrínseca ou extrinsecamente motivam o ser.



A área RH


Segundo Spector (2006) “na área de RH está o gerenciamento e a eficiência organizacional por meio apropriadode recursos humanos”.


FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

O QUE É MOTIVAÇÃO


Segundo Chiavenato (2006, p. 63),
Motivo é tudo aquilo que impulsiona a pessoa a agir de determinada forma ou, pelo menos, causa um comportamento específico, onde a ação pode ser provocada por um estimulo externo (provindo do ambiente) e também gerado internamente nos processos mentais de cadaindivíduo.


A motivação para Spector (2006) é fundamentada em duas perspectivas, a primeira tem como base, direção, intensidade e persistência de um comportamento no decorrer do tempo, onde; DIREÇÂO refere-se à escolha de um comportamento específico em meio a um contingente de comportamentos; a INTENSIDADE refere-se ao esforço empenhado na realização de uma tarefa e a PERSISTÊNCIA dizrespeito à estabilização de um determinado comportamento.
Segundo ainda o mesmo autor a outra perspectiva diz que a motivação emana do desejo de adquirir ou alcançar algum objetivo, ou seja, uma determinada pessoa pode sentir-se motivada por seus desejos, necessidades e ou suas vontades.


Tipos de motivação


A motivação humana decorre de fatores internos e externos ao serinfluenciando-o na tomada de decisões, de acordo com Chiavenato (2006). Os fatores motivacionais internos de um ser são chamados de intrínsecos, e para Guimarães (on-line 2009), “este elemento representa o potencial positivo da natureza humana, dá base para o crescimento, integridade psicológica, coesão social, tendência a buscar novidades e desafios, obter e exercitar as próprias capacidades”.Já à motivação extrínseca refere-se a fatores externos que podem decorrer do ambiente onde a pessoa está inserida, de sistemas de recompensas e punições, fatores sociais, coesão grupal existente, dentre outros, Segundo Chiavenato (2006).



Ciclo Motivacional



A base do ciclo motivacional está focada no surgimento das necessidades. Este ciclo se divide em seis etapas,surgindo a partir de uma necessidade não satisfeita, provocando estado de desequilíbrio no organismo. Isso faz com que o individuo busque uma forma para satisfazer a necessidade de equilíbrio. Se o comportamento escolhido for eficaz, o indivíduo consegue satisfazer sua necessidade. Dessa forma, ou seja, a partir da necessidade satisfeita o organismo volta ao estado de equilíbrio se ajustando aoambiente. (CHIAVENATO, 2006)
Portanto, nesse ciclo motivacional a necessidade foi satisfeita. Desta forma os comportamentos aprendidos e reforçados, tornam-se mais eficazes para satisfazer certas necessidades. Para tanto uma vez a necessidade satisfeita, ela deixa de motivar o comportamento. (CHIAVENATO, 2006)




TEORIAS MOTIVACIONAIS

Teoria da Hierarquia das Necessidades de MaslowA teoria motivacional de Maslow é a mais conhecida ela se organiza em uma hierarquia de cinco níveis de necessidades as quais o indivíduo deseja satisfazer. (CHIAVENATO 2006)
Elas se subdividem em necessidades primarias (fisiológicas e de segurança) e secundárias (sociais, de estima e de auto-realização) ROBBINS, 2006.
Spector (2006, p. 287) “afirma que a satisfação dasnecessidades humanas é importante para a saúde física e mental do indivíduo”. Na base da pirâmide estão às necessidades básicas, e no topo estão as mais sofisticadas e que diz respeito às necessidades psicológicas.
No nível mais baixo está a necessidade fisiológica relacionada à sobrevivência. São necessidades inatas, como necessidades de alimento, água, sono, o ar, desejo sexual. O segundo nível...
tracking img