Teoria da pneumatica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6623 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Curso: Automação e
controle

Atuadores pneumaticos

Sensores e atuadores_Atuadores Pneumaticos

Automatismos são os meios, os instrumentos, maquinas ,
processos de trabalho, ferramentas ou recursos capazes de
potencializar, reduzir, ou ate mesmo eliminar a ação humana
dentro de um determinado processo produtivo, objetivando com
isso, é claro, uma otimização e consequentemente melhoriade
produção.

Automação significa a dinamica organizada dos automatismo,
ou seja, suas associaçoes de uma forma otimizada e
direcionada à consecução dos objetivos do progresso humano

1
Prof. Edilson A. da Silva

Curso: Automação e
controle

Sensores e atuadores_Atuadores Pneumaticos

Fluido- É qualquer substancia capaz de escoar e assumir a forma do
recipiente que o contem.Pneumatica – Provem da raiz grega “Pneu ma”, Significa fôlego,
vento. Logo pneumática é conceituada como sendo a matéria que
trata dos movimentos e fenômenos dos gases.

Eletropneumatica- Ramo da pneumática que utiliza a energia
elétrica CC ou CA

2
Prof. Edilson A. da Silva

Curso: Automação e
controle

Sensores e atuadores_Atuadores Pneumaticos

AR COMPRIMIDO 1
DESENVOLVIMENTO DATÉCNICA DO AR COMPRIMIDO
Embora a base da pneumática seja um dos mais velhos conhecimentos da
humanidade, foi preciso aguardar o século XIX para que o estudo do seu
comportamento e propriedades se tornasse sistemático. Porém, pode-se dizer
que somente após o ano de 1950 é que ela foi realmente introduzida no meio
industrial.
Antes, porém, já existiam alguns campos de aplicação eaproveitamento da
pneumática, como por exemplo, a indústria de mineração, a construção civil e a
indústria ferroviária (freio a ar comprimido).
A introdução de forma mais generalizada da pneumática na indústria, começou
com a necessidade, cada vez maior, da automatização e racionalização dos
processos de trabalho.
Apesar de sua rejeição inicial, quase que sempre proveniente da falta de
conhecimento einstrução, ela foi aceita e o número de campos de aplicação
tornou-se cada vez maior.
Hoje, o ar comprimido tornou-se indispensável, e nos mais diferentes ramos
industriais instalam-se equipamentos pneumáticos.

3
Prof. Edilson A. da Silva

Curso: Automação e
controle

Sensores e atuadores_Atuadores Pneumaticos

Vantagens
Volume: o ar a ser comprimido
encontra-se em quantidadesilimitadas
praticamente em todos os lugares.
Transporte: facilmente transportável por
tubulações.
Armazenagem: o ar pode ser sempre
armazenado ou transportado em
reservatórios.
Temperatura: garantia de
funcionamento seguro, apesar das
oscilações de temperatura.
Segurança: não existe o perigo de
explosão ou incêndio.
Limpeza: o ar comprimido é limpo, não
polui o ambiente.
Construção: oselementos de trabalho
são de construção simples.
Velocidade: ao ar comprimido permite
alcançar altas velocidades de trabalho.
Regulagem: as velocidades e forças dos
elementos a ar comprimido são
reguláveis sem escala.
Segurança contra sobrecarga: os
elementos e ferramentas a ar
comprimido são carregáveis até a
parada final e, portanto, seguros contra
sobrecarga.
Prof. Edilson A. daSilva

Desvantagens
Preparação: o ar comprimido requer
uma boa preparação. Impureza e
umidade devem ser evitadas, pois
provocam desgastes.
Compressibilidade: não é possível
manter uniformes e constantes as
velocidades dos pistões mediante o ar
comprimido.
Escape de ar: o escape de ar é ruidoso.
Custos: o ar comprimido é uma fonte de
energia muito custosa. O custo de ar
comprimidotorna-se mais elevado se na
rede de distribuição e nos
equipamentos houver vazamentos
consideráveis.

4

Curso: Automação e
controle

Sensores e atuadores_Atuadores Pneumaticos

PRODUÇÃO DO AR COMPRIMIDO
Para a produção de ar comprimido são necessários compressores, os quais
comprimem o ar para a pressão de trabalho desejada. Na maioria dos
acionamentos e comandos pneumáticos se...
tracking img