Tecnologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2173 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Estabilização de Solos com adição de
Produtos Químicos
A melhoria das propriedades de um solo é provavelmente a mais antiga mas, do ponto de vista técnico, ainda a mais intrigante técnica entre todos os métodos construtivos comuns da engenharia civil. O método de estabilização abordado neste trabalho é o químico, que engloba a adição de cimento, cal, betume, entre outros produtosquímicos no solo.
A estabilização de solos com base nas reações químicas entre as partículas de solo, a água e os materiais adicionados constitui uma alteração permanente do solo natural, na medida em que este tipo de tratamento origina um novo material, com características diferentes e necessariamente mais aproximadas daquelas que se pretendem para a obra em causa.
A necessidade deestabilizar um solo deve-se normalmente a um dos seguintes fatores: 1. fraca capacidade de carga ou elevada permeabilidade em solos de fundação que, devido à sua localização, são difíceis de tratar por outros métodos que não as injeções; 2. solos naturais pouco adequáveis à execução de fundações superficiais, especialmente estradas e aeroportos.
O solo natural é um material complexo e variável,porém devido à sua abundância e baixo custo oferece grandes oportunidades de emprego na engenharia. Entretanto, é comum que o solo de uma localidade não preencha parcial ou totalmente as exigências do engenheiro construtor. Assim, torna-se necessário escolher entre:
(a) aceitar o material tal como ele é e desenvolver o projeto de forma a contemplar as limitações que o solo impõe;(b) remover o material e substituí-lo por outro de melhor qualidade; ou
(c) alterar as propriedades do solo existente de modo a criar um novo material capaz de adequar-se de melhor forma as exigências do projeto.
Esta última possibilidade, a alteração das propriedades do solo para possibilitar a sua utilização como material de engenharia, é normalmente designada por ESTABILIZAÇÃODE SOLOS.
As propriedades principais de um solo com que o engenheiro se preocupa são, segundo Ingles e Metcalf (1972), a manutenção do volume ou controle da expansibilidade, a resistência, a durabilidade dessa resistência e a permeabilidade. A estabilização deve ainda ser pensada não apenas em termos de correção às propriedades naturais mas também em termos de medidas preventivas contracondições adversas desenvolvidas quer durante a construção quer durante a vida útil da obra.
A estabilização química dos solos pode ser dividida em três classes:
• tratamentos nos quais o efeito do agente estabilizante (produto químico) é devido essencialmente à sua interação com o solo, e no qual suas propriedades físicas (estabilizantes) não têm ação relevante no processo.Exemplo: a cal.
• tratamentos nos quais os efeitos do aditivo são devidos à sua interação com o solo e também devido às suas propriedades. Exemplo: o cimento.
• tratamentos nos quais o efeito do agente estabilizante é devido essencialmente às propriedades do aditivo; a interação com o solo não sendo importante. Exemplo: o betume.
É importante considerar os seguintesfatores para a escolha do aditivo:
• As forças atuantes no sistema solo e como elas podem ser alteradas pela introdução do agente estabilizante;
• Os possíveis mecanismos através dos quais o agente estabilizante atua alterando as propriedades do solo.
• O efeito tanto da composição do solo quanto à do estabilizante.
• Os métodos de formação do agenteestabilizante no solo.
• A aplicação de tais conceitos aos diversos métodos de estabilização química.
Estabilização de Solos com Cal
Há tempos que diversos tipos de cal, incluindo produtos com graus variados de pureza, vêm sendo utilizados com sucesso como agentes estabilizantes de solos. Algumas obras são a seguir mencionadas:
• A Grande Muralha da China (3.000 AC)....
tracking img