Sustentabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2001 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário

Introdução 4

Caracterização e classificação de resíduos 5

Resíduos sólidos - Classificação 6

Objetivo 6

Definições 6

Resíduos sólidos: 6

Periculosidade de um resíduo: 6

Toxicidade: 6

Agente tóxico: 6

Toxicidade aguda: 6

Agente teratogênico: 7

Agente mutagênico: 7

Agente carcinogênico: 7

Processo de classificação 7Classificação de resíduos 7

Resíduos classe I – Perigosos 8

Inflamabilidade 8

Corrosividade 8

Toxicidade 9

Patogenicidade 10

Resíduos classe II - Não perigosos 10

Resíduos classe II A - Não inertes 10

Resíduos classe II B - Inertes 10

Conclusão: 11





Introdução

Considerando a crescente preocupação da sociedade com relação às questões ambientais e aodesenvolvimento sustentável, a ABNT criou a CEET-00.01.34 - Comissão de Estudo Especial Temporária de Resíduos Sólidos, para revisar a ABNT NBR 10004:1987 - Resíduos sólidos - Classificação, visando a aperfeiçoá-la e, desta forma, fornecer subsídios para o gerenciamento de resíduos sólidos.

As premissas estabelecidas para a revisão foram à correção, complementação e a atualização da norma em vigore a desvinculação do processo de classificação em relação apenas à disposição final de resíduos sólidos.

A classificação de resíduos sólidos envolve a identificação do processo ou atividade que lhes deu origem, de seus constituintes e características, e a comparação destes constituintes com listagens de resíduos e substâncias cujo impacto à saúde e ao meio ambiente é conhecido. A segregaçãodos resíduos na fonte geradora e a identificação da sua origem são partes integrantes de classificação, onde a descrição de matérias-primas, de insumos e do processo no qual o resíduo foi gerado devem ser explicitados.



A identificação dos constituintes a serem avaliados na caracterização do resíduo deve ser estabelecida de acordo com as matérias-primas, os insumos e o processo que lhe deuorigem.

A figura 1 ilustra a classificação dos resíduos sólidos quanto ao risco à saúde pública e ao . Os resíduos sólidos são classificados em dois grupos - perigosos e não perigosos, sendo último grupo subdividido em não inerte e inerte.

Esta Norma estabelece os critérios de classificação e os códigos para a identificação dos resíduos de acordo com suas características.

Todos osresíduos ou substâncias listados nos anexos A, B, D, E, F e H têm uma letra para codificação, seguida de três dígitos. Os resíduos perigosos constantes no anexo A são codificados pela letra F e são originados de fontes não específicas.



Os resíduos perigosos constantes no anexo B são codificados pela letra K e são originados de fontes específicas. Os resíduos perigosos classificados pelas suascaracterísticas de inflamabilidade, corrosividade, reatividade e patogenicidade são codificados conforme indicado a seguir: D001: qualifica o resíduo como inflamável; D002: qualifica o resíduo como corrosivo; D003: qualifica o resíduo como reativo; D004: qualifica o resíduo como patogênico. Os códigos D005 a D052 constantes no anexo F identificam resíduos perigosos devido à sua toxicidade, conformeensaio de lixiviação realizada de acordo com ABNT NBR 10005. Os códigos identificados pelas letras P e U, constantes nos anexos D e E, respectivamente, são de substâncias que, dada a sua presença, conferem periculosidade aos resíduos e serão adotados para codificar os resíduos classificados como perigosos pela sua característica de toxicidade.


Caracterização e classificação de resíduosResíduos sólidos - Classificação


Objetivo

Esta Norma classifica os resíduos sólidos quanto aos seus riscos potenciais ao meio ambiente e à saúde pública, para que possam ser gerenciados adequadamente.

NOTA Os resíduos radioativos não são objeto desta Norma, pois são de competência exclusivada Comissão Nacional de Energia Nuclear;


Definições

Para os efeitos desta Norma,...
tracking img